CREA-MA PARTICIPA DE VISTORIA NO SHOPPING DA ILHA

Publicado em: 1 de novembro de 2012

O estacionamento interno do Shopping da Ilha foi interditado nesta quarta-feira, 31, após vistoria coordenada pela 2ª Promotoria de Justiça do Consumidor, realizada pela manhã. A proibição do acesso foi efetuada pelo Grupamento de Atividades Técnicas (GAT) do Corpo de Bombeiros devido a existência no local de instalações elétricas improvisadas. Uma saída de emergência igualmente foi fechada. Também acompanharam a inspeção, técnicos da Vigilância Sanitária Municipal e do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão – Crea-MA.
Um Termo de Acordo foi assinado com a diretoria do estabelecimento pelos órgãos fiscalizadores pedindo adequações na estrutura do centro comercial. Ficou estabelecido o dia 19 de novembro como prazo máximo para a realização dos reparos. Em caso de descumprimento de qualquer termo do documento, está prevista uma multa diária de R$ 10 mil. O certificado de aprovação do Corpo de Bombeiros também poderá ser cassado, o que decretaria a interdição completa do prédio. Uma nova vistoria será feita no próximo dia 19 para verificar as adequações.

PROBLEMAS
Além dos problemas referentes à instalação elétrica, foi constatado que a maioria dos corredores técnicos do shopping não possuem revestimento no piso, nas paredes e no teto. Também foi verificado que os detectores de incêndio das lojas não estão conectados à rede elétrica, portanto, não acionam a central de alarme.
Também durante a vistoria, foi flagrado o transporte de alimentos dos restaurantes e lanchonetes sendo feito nos mesmos corredores e elevadores utilizados para a retirada de lixo. Igualmente foi verificado que a área de desembarque dos alimentos está próxima a uma obra, expondo os produtos à sujeira e à poeira, e que uma das saídas de emergência, que dá aceso ao estacionamento interno, estava fechada.
Ainda foi constatado que o corredor usado por trabalhadores para o acesso a uma grande loja de departamentos está em obras, tomado pela poeira e por material inflamável, a exemplo de papelão e plástico.

PEDIDOS
No documento, o Ministério Público do Maranhão pediu a correção de todas as irregularidades encontradas, de acordo com a análise de todos os órgãos de inspeção, o que inclui a realização do revestimento completo (teto, piso e parede) dos corredores técnicos, o isolamento e revestimento da área de desembarque de alimentos, a adequação da fiação elétrica do estacionamento etc.

ANTECEDENTES
No dia 19 de setembro outra vistoria já tinha sido feita no estabelecimento. Na ocasião, a área do parque infantil foi interditada. Algumas das irregularidades verificadas naquela primeira inspeção foram corrigidas. No entanto, novos problemas foram encontrados desta vez.
Frequentam diariamente o Shopping da Ilha aproximadamente 30 mil pessoas, segundo dados da diretoria.  O estabelecimento foi inaugurado em novembro do ano passado.

Com informações do MP/MA (Eduardo Júlio)