ENGENHARIA QUE GARANTE ALIMENTOS SAUDÁVEIS PARA A POPULAÇÃO – DIA DO ENGENHEIRO DE ALIMENTOS/16 DE OUTUBRO

Publicado em: 18 de outubro de 2012

Neste 16 de outubro, comemora-se o Dia do Engenheiro de Alimentos, profissional que contribui para a industrialização adequada e segura de alimentos

A industrialização de alimentos está segura quando um engenheiro de alimentos cuida de todo o processo, desde a elaboração de fórmulas até o transporte de industrializados. Leite, carnes e bebidas, cada um tem a sua melhor forma de processamento e acondicionamento.

Além disso, o profissional aponta qual a correta maneira de transportar e armazenar certo alimento, depois de industrializado, projetando embalagem que preserve o produto. O engenheiro de alimentos é responsável por estudar e testar fórmulas com a finalidade de determinar o valor nutricional, sabor, cor e consistência. É ainda esse profissional que se dedica a padronizar, mensurar e fazer o controle de qualidade nas indústrias de alimentos, garantindo

Atualmente, segundo Estatísticas do Sistema Confea/Crea e Mútua, existem cerca 5 mil engenheiros de alimentos registrados nos regionais. O Sistema parabeniza todos esses profissionais pela data.

Dia Mundial da Alimentação
Neste 16 de outubro, também é comemorado o Dia Mundial da Alimentação que adota, neste ano, o tema “Cooperativas agrícolas alimentam o mundo”, em reconhecimento ao papel que “as organizações de produtores agrícolas ajudam concretamente e de múltiplas formas a garantir a segurança alimentar, a criação de emprego e aliviar as pessoas da pobreza”, destacou o diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), José Graziano da Silva, na mensagem sobre a data.

De acordo com a FAO, uma cooperativa é uma associação de mulheres e homens que se juntam para formar uma empresa de propriedade conjunta, democraticamente controlada, em que a obtenção de lucro é apenas parte da história. Além disso, elas ajudam os seus membros a concretizar as suas aspirações sociais, culturais e econômicas.

Equipe de Comunicação do Confea