Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Kátia Abreu fala sobre Matopiba e abre a programação da Soea.

São Luís, 17 de setembro de 2019.

soea 2

    Criado em 2015, pela presidente Dilma Roussef e pela então ministra da Agricultura, Kátia Abreu (PDT-TO), o Matopiba, território de desenvolvimento agrícola, delimitado pela Embrapa, é formado por 337 municípios dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia – daí o nome –, foi o tema da palestra que a agora senadora Kátia Abreu apresentou na manhã da terça-feira (17), abrindo a programação da 76ª Soea.

    Ao iniciar a palestra, Kátia agradeceu ao eng. civ. Joel Krüger, presidente do Confea, por ter apoiado a iniciativa do eng. civ. Marcelo Maia, presidente do Crea-TO, na realização da Semana. Para a senadora, Tocantins é “terra das oportunidades” e o Matopiba “foi sonhado, realizado e construído por muita gente”. Trata-se da “última fronteira agrícola do país (…) com potencial de 6 milhões de hectares irrigáveis”, defendeu.  

   Kátia destacou que a produção agrícola tem aumentado sem desmatar: “Temos 70% de áreas preservadas”. Ela informou que a expansão das áreas para plantio se deve à tecnologia e à transformação de campos destinados para agropecuária.
   “O Matopiba tem desenvolvimento sustentável e transforma terra degradada em produtiva”, afirmou a senadora, que pontuou como desafios a falta de infraestrutura necessária para dinamizar a produção e seu escoamento, e o alto custo da energia elétrica. Para Kátia, “Matopiba é uma realidade e os produtores nativos, os pequenos e os médios podem ser inseridos na prosperidade do agronegócio”.  

Produtividade crescente
    Segundo dados do IBGE, Censo/2010, Matopiba tem uma área de pouco mais de 73 mil ha, 325.326 estabelecimentos que produzem soja, bovinos, algodão herbáceo, milho, arroz e leite de vaca e uma população de 5.901.789 habitantes, dos quais perto de 4 milhões vivem na área urbana e 2 milhões na área rural. A área, até pouco tempo considerada sem tradição em agricultura, tem chamado atenção pela crescente produtividade.  

Perfil
   Nascida na capital goiana, foi no norte do estado de Goiás – hoje Tocantins – que Kátia Abreu, psicóloga por formação, se embrenhou para criar os três filhos e cuidar da propriedade rural e do agronegócio – agropecuária – da família, depois da morte do marido, num acidente de avião em 1987.

    Até chegar ao cargo de senadora reeleita pelo PDT-TO, a empresária, pecuarista e política presidiu o Sindicato Rural de Gurupi, por três mandatos foi presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), foi eleita deputada federal, ocupou a função de ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e foi candidata à vice-presidência da República na chapa formada com Ciro Gomes, nas eleições de 2018. Quando ministra, assinou junto à então presidente Dilma Rousseff o decreto (8447/2015) que criou a denominação “Matopiba”. Saiba mais sobre o Matopiba.

Fonte: Site do Confea.

 

Inscrições gratuitas abertas: participe do curso REVIT BIM 2023 – GLP do Crea Qualificando de junho

O Crea Qualificando de junho está repleto de conteúdos que vão enriquecer seus conhecimentos. Desta vez, o curso oferecido de…

Participe da Semana da Acessibilidade do Clube de Engenharia do Maranhão

Participe da Semana da Acessibilidade do Clube de Engenharia do Maranhão! 🗓️ Datas: 25 a 28 de junho de 2024…

Abril Verde 2024: campanha pela Vida e Segurança no Trabalho

O mês de abril é marcado pelo movimento Abril Verde, uma iniciativa que busca promover a conscientização sobre a importância…

Grupo de Trabalho (GT) realiza reunião com Serviço Móvel Pessoal (SMP) do CREA-MA para debates da implantação da tecnologia 5G no Brasil

Após a aprovação da prorrogação do Grupo de Trabalho Serviço Móvel Pessoal (SMP) até outubro deste ano, decidida na 2ª…
Pular para o conteúdo