Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

SEMINÁRIO NACIONAL DE ENGENHARIA DE AVALIAÇÕES REVELA PERSPECTIVAS POSITIVAS PARA ÁREA

Cerca de 200 profissionais entre engenheiros, arquitetos, vindos de todas as regiões do país, representantes de condomínios, do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais (Secovi), do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon) e da Caixa Econômica Federal (CEF), participam hoje, 16/04, do II Seminário Nacional de Engenharia de Avaliações, promovido pelo Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia (Ibape), com um conjunto de apoiadores, entre eles, a Caixa de Assistência Mútua  e o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea).

José Urbano Duarte, vice-presidente de Habitação da Caixa Econômica Federal, falando sobre o setor imobiliário e o mercado de trabalho de avaliações e perícias, abriu a programação. Para ele, a área de avaliações e perícias está crescendo e tem perspectivas cada vez mais amplas se considerado o desenvolvimento do mercado imobiliário, recente no Brasil e que vem se consolidando nos últimos oito anos. Segundo Urbano: “o Brasil há cerca de 8 anos nem tinha um mercado imobiliário, embora a maioria dos brasileiros precise de financiamento. Até 2004, 2005, a participação do setor no PIB girava em torno de 1%.  Hoje alcança  8,4%, enquanto outros países chegam a 10% do PIB. O vice-presidente de Habitação da CEF diz que o crescimento do setor é ocasionado pela demanda: “Em 2013 os financiamentos habitacionais somaram R$ 135 bilhões , contra os R$ 5 bilhões de 2003”, destacou Urbano demonstrando os avanços da politica nacional de habitação. A contratação de engenheiros e arquitetos pela CEF também foi abordada por Urbano: “só perdemos para a Petrobras e, mesmo assim, contamos com mais quatro mil empresas parceiras que nos ajudam”.

Investidor estrangeiro
Presente à cerimônia de abertura, Márcia Ferrari, gerente nacional da Rics, uma associação profissional internacional fundada há 140 anos, reúne 188 mil membros, e chegou ao Brasil em 2011, destacou a importância do conhecimento sobre normas internacionais para atrair investidores estrangeiros.“As normas técnicas brasileiras são excelentes”, afirmou Márcia, para quem o conhecimento das normas internacionais abre a porta para que o profissional comece a conversar com outro tipo de investidor, aquele que se apoia nos critérios  de avaliações segundo critérios internacionais e precisa confiar na segurança do investimento”.

Legislação
O deputado Luiz Pitimam (PSDB-DF), falou sobre a contribuição do Legislativo no processo de desenvolvimento da engenharia de avaliações Pitimam, confessando-se “integrado ao evento” por atuar na área da construção civil, afirmou que “a gestão publica tem tudo a ver com as dificuldades que o setor da construção civil passa”, e, na sequência, destacou os projetos de lei que tramitam no Congresso Nacional e tratam da avaliação e perícia na área da engenharia.Segundo o parlamentar, “a manutenção predial se baseia num conjunto de leis estaduais e de projetos de lei de abrangência nacional que precisam ser aprovadas pela Câmara e Senado a fim de que as avaliações tenham mais segurança”.  “A responsabilidade do avaliador está de acordo com o que é avaliado,  e muitas vezes as avaliações envolvem riscos de vida e financeiros”, alertou Pitimam, que se lembrou de uma série de PLs que  tratam de manutenção e inspeção predial, e solicitou  apoio das entidades ligadas à área tecnológica para ajudar a agilizar a aprovação: “Peço ao ibape, ao  Confea e ao Crea-DF que formem uma parceria para  juntos vendermos esse desafio”.

Atento à fala de Pitimam, Arival Cidade, presidente do Ibape Nacional, agradeceu a atenção do parlamentar, mas  alertou para a necessidade de que “as leis respeitem as normas técnicas”.O engenheiro Osório Gatto, ex-presidente do Ibape nacional, e Celso José Gonçalves abordaram a Avaliação de Intangíveis, e o também engenheiro Edson Garcia Bernardes tratou de avaliação de desequilíbrio econômico-financeiro.

Parcerias e reconhecimento
Sobre o II Seminário Nacional de Engenharia de Avaliações, o diretor geral da Mútua, no DF,  Airton Ferreira Assis se disse “honrado em dizer que a Mútua é parceira para contribuir com eventos regionais ou nacionais que gerem conhecimento para os profissionais e com as entidades”.

Arival Cidade, por sua vez, falou da CEF: “parceira de longa data e que contribui na elaboração de normas”. Sem se esquecer da Mútua, na “fomentação de programas estaduais, o presidente do Ibape nacional tratou também da “troca de experiências que será profícua para a atividade de avaliações e perícias no Brasil”. Sobre a qualificação profissional e sobre a certificação dada pelo Ibape, Arival deu destaque especial ao papel desempenhado pelo presidente do Confea, eng. civil José Tadeu da Silva: “Somos a primeira entidade a promover a certificação. Esse programa sensibilizou o Confea na pessoa de José Tadeu da Silva, que já criou um grupo de trabalho para estender a certificação a outras atividades da engenharia brasileira”.

“À tarde, o engenheiro Antônio Sérgio Liporini fala sobre Planta de Valores Genéricos. O tema “Aspectos Polêmicos em Desapropriação de Imóveis” está sob a responsabilidade dos engenheiros Frederico Correia Lima, Robson Paes Loures, Octávio Galvão Neto, Marcelo de Camargo Lima e José Tarcísio Doubek, que encerram a programação.

 

Texto: do site do CONFEA

Inscrições gratuitas abertas: participe do curso REVIT BIM 2023 – GLP do Crea Qualificando de junho

O Crea Qualificando de junho está repleto de conteúdos que vão enriquecer seus conhecimentos. Desta vez, o curso oferecido de…

Participe da Semana da Acessibilidade do Clube de Engenharia do Maranhão

Participe da Semana da Acessibilidade do Clube de Engenharia do Maranhão! 🗓️ Datas: 25 a 28 de junho de 2024…

Abril Verde 2024: campanha pela Vida e Segurança no Trabalho

O mês de abril é marcado pelo movimento Abril Verde, uma iniciativa que busca promover a conscientização sobre a importância…

Grupo de Trabalho (GT) realiza reunião com Serviço Móvel Pessoal (SMP) do CREA-MA para debates da implantação da tecnologia 5G no Brasil

Após a aprovação da prorrogação do Grupo de Trabalho Serviço Móvel Pessoal (SMP) até outubro deste ano, decidida na 2ª…
Pular para o conteúdo