Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

CONHEÇA OS 11 PROFISSIONAIS QUE ESTARÃO EM ALTA COM AS ATIVIDADES DO PRÉ-SAL

O primeiro leilão do pré-sal, o do Campo de Libra, realizado na semana, deve provocar em pouco tempo uma intensa procura por profissionais especializados no setor de óleo e gás, apontou um levantamento da consultoria Michael Page.

Segundo o gerente da divisão de óleo e gás da Michael Page, Bruno Stefani, a indústria de petróleo demandará muitos profissionais de perfil técnico das mais diversas formações por um grande período de tempo. “Estimo o potencial para 20 anos consecutivos de investimento em tecnologia, infraestrutura, serviços e em mão de obra”, afirmou.

Stefani ressalta que o momento trará oportunidades para os mais jovens e os mais experientes, em todas as fases da cadeia, passando pelas geosciências, exploração, desenvolvimento e projetos, até chegar à produção.

A partir desta demanda, a Michael Page listou 11 profissionais mais requisitados pelo setor nas três fases da cadeia: exploração, perfuração e produção. Confira:

  • 1ª fase de investigação para exploração:

1 – Geólogos
Com formação em geologia, esse profissional vai estudar as características da área potencialmente explorável.
Salário inicial: R$ 6 a 8 mil.

2 – Geofísicos
São profissionais de formação em geologia e com especialização em geofísica.
Salário inicial: R$ 8 mil a 12 mil.

3- Petrofísicos
Profissionais de geologia especializados em petrofísica também são bastante demandados nesta fase de investigação.
Salário inicial: R$ 8 a 12 mil.

  • 2ª fase para verificar a viabilidade da exploração:

4 – Engenheiro de perfuração
O profissional pode ter pós-graduação em petróleo, mas geralmente é uma pessoa que adquiriu experiência trabalhando para prestadoras de serviço para a indústria de óleo e gás.
Salário inicial: R$ 8 mil a 12 mil.

5 – Gerentes de perfuração
Formação técnica é a mesma do engenheiro de perfuração, o que diferencia é a função de gestão.
Salário médio: R$ 30 mil.

6 – Gerente de contratos
Formação em engenharia é fundamental para gerenciar contratos de todos os tipos no setor de óleo e gás. O cargo, por ser de gestão, pede experiência técnica.
Salário médio: R$ 15 mil a 40 mil.

7- Gerente de Projeto
É o gestor responsável por projetos específicos dentro da planta de exploração. Formação também em engenharia e experiência prévia são fundamentais para este cargo.
Salário médio: R$ 15 mil a 40 mil.

  • 3ª fase de produção:

8 – Gerente de engenharia
É quem vai comandar a equipe de engenheiros nos projetos que podem abarcar desde a tubulação da embarcação FPSO como também a parte mecânica, elétrica, entre outras. Como ocorre com os outros cargos de gestão em óleo e gás já citados, ter experiência na área vai fazer toda a diferença para garantir uma oportunidade nesta posição.
Salário médio: R$ 15 mil a 40 mil.

9 – Gerente de operação
Formado em engenharia. Segundo o especialista da Michael Page, o profissional será responsável por gerenciar toda a planta química off-shore que é a FPSO. Por isso, a experiência é o diferencial para garantir a vaga.
Salário médio: R$ 35 mil a 50 mil.

10 – Gerente de plataforma
Formação em engenharia e experiência prévia são fundamentais para o cargo. Outro ponto importante é a necessidade das habilidades de gestão e comprometimento com o projeto.
Salário médio: R$ 25 mil a 35 mil.

11 – Oficiais de náutica
De acordo com Stefani, este é um gargalo de formação no Brasil. “Os oficiais de náutica são formados pela Marinha e é uma área que não desperta muita atenção dos jovens na época de faculdade. Além disso, cada uma das embarcações que fazem o apoio da produção precisa ter oficiais de náutica”, finaliza.
Salário médio: R$ 30 mil.

 

Data: 29/10/2013

Texto: Do portal Yahoo

 

Inscrições gratuitas abertas: participe do curso REVIT BIM 2023 – GLP do Crea Qualificando de junho

O Crea Qualificando de junho está repleto de conteúdos que vão enriquecer seus conhecimentos. Desta vez, o curso oferecido de…

Participe da Semana da Acessibilidade do Clube de Engenharia do Maranhão

Participe da Semana da Acessibilidade do Clube de Engenharia do Maranhão! 🗓️ Datas: 25 a 28 de junho de 2024…

Abril Verde 2024: campanha pela Vida e Segurança no Trabalho

O mês de abril é marcado pelo movimento Abril Verde, uma iniciativa que busca promover a conscientização sobre a importância…

Grupo de Trabalho (GT) realiza reunião com Serviço Móvel Pessoal (SMP) do CREA-MA para debates da implantação da tecnologia 5G no Brasil

Após a aprovação da prorrogação do Grupo de Trabalho Serviço Móvel Pessoal (SMP) até outubro deste ano, decidida na 2ª…
Pular para o conteúdo