Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

SEGURANÇA DO TRABALHO ELEGE NOVOS COORDENADORES

Crea-MA e Crea-SC estão à frente da coordenadoria

 

Os integrantes da Câmara Especializada de Engenharia de Segurança do Trabalho (CCEEST) elegeram eng. civ. e seg. trab. Fernando Luiz Beckman (Crea-MA) e eng. sanit. amb. e seg. trab. Fernanda Vanhonhi (Crea-SC) como coordenador e coordenadora-adjunta, respectivamente.
Beckman lembrou que foi um dos entusiastas para a criação desta Câmara, em 2008. “Na época era coordenador da CEEP (Comissão de Ética e Exercício Profissional), no Confea, e coube a mim fazer a reunião de instalação da Câmara de Segurança do Trabalho. ”. Hoje, ele destaca entre os dez itens do plano de trabalho para o ano a sensibilização dos presidentes de Creas e assessores para a criação de câmaras especializadas da modalidade em todos os Creas. Atualmente, 20 Creas têm câmaras de Engenharia de Segurança do Trabalho instaladas.
Fernanda Vanhonhi (Crea-SC)  participou da instalação da Câmara em seu estado, em 2010. “Com essa oportunidade (de estar na CCEEST) espero que consigamos difundir a importância desse profissional para a segurança da sociedade ainda sensibilizada pela tragédia em Santa Maria (RS). Precisamos unir força: profissionais, defesa civil, bombeiros e sociedade civil”, disse a coordenadora-adjunta.
Sobre esse assunto, Beckman lamenta a falta de uma legislação única nacional sobre prevenção de riscos em estabelecimentos. “Cada estado tem a liberdade de prover suas leis estaduais, então ficam bastante diversificadas”, disse o novo coordenador durante os fechamentos dos trabalhos, na solenidade de encerramento do Encontro. Segundo ele, poucas foram as participações, na construção dessas leis estaduais, dos profissionais que estão diretamente ligados a atividades de prevenção. “No nosso plano de trabalho para 2013, propomos que nossas lideranças procurem os corpos de bombeiro, que tratam do assunto, para que nos insiramos nessa discussão. Temos que ir à busca. Não podemos ficar fora do debate esperando”, defendeu, sem deixar de reconhecer que Conselho Federal, em parceria com o Crea-RS, já pleiteia em nível federal uma lei única que centralize normas de prevenção.
Para o ex-coordenador dos engenheiros de segurança do trabalho, eng. agrim. e seg. trab. José Raimundo Barnabé, a Engenharia de Segurança só é acionada quando o acidente já aconteceu. “Quando o problema acontece, ninguém é o pai da criança, ninguém se responsabiliza. Mas quando tentamos fazer nosso trabalho, somos os chatos, segurança e prevenção são chatos”, desabafou, ao completar que o engenheiro de segurança tem que pensar o futuro e antecipar os riscos.

Em: 13.03.2013
Fernanda Pimentel e Beatriz Leal
Equipe de Comunicação do Confea

Inscrições gratuitas abertas: participe do curso REVIT BIM 2023 – GLP do Crea Qualificando de junho

O Crea Qualificando de junho está repleto de conteúdos que vão enriquecer seus conhecimentos. Desta vez, o curso oferecido de…

Participe da Semana da Acessibilidade do Clube de Engenharia do Maranhão

Participe da Semana da Acessibilidade do Clube de Engenharia do Maranhão! 🗓️ Datas: 25 a 28 de junho de 2024…

Abril Verde 2024: campanha pela Vida e Segurança no Trabalho

O mês de abril é marcado pelo movimento Abril Verde, uma iniciativa que busca promover a conscientização sobre a importância…

Grupo de Trabalho (GT) realiza reunião com Serviço Móvel Pessoal (SMP) do CREA-MA para debates da implantação da tecnologia 5G no Brasil

Após a aprovação da prorrogação do Grupo de Trabalho Serviço Móvel Pessoal (SMP) até outubro deste ano, decidida na 2ª…
Pular para o conteúdo