Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

NOVA DIRETORIA DA MÚTUA NACIONAL TOMA POSSE

A Mútua, Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea, deu posse, na tarde desta quinta-feira (23/8), a sua nova diretoria, tendo o engenheiro agrônomo e engenheiro de segurança do trabalho Cláudio Pereira Calheiros como diretor-presidente e ainda o engenheiro eletricista Antonio Salvador da Rocha (Diretoria de Tecnologia da Informação), o engenheiro agrônomo Luiz Alberto Freitas Pereira (Diretoria administrativa) – eleitos pelo Colégio de Presidentes – e ainda o técnico em edificações Lino Gilberto da Silva (diretoria financeira) e o também engenheiro agrônomo Ricardo Antônio de Arruda Veiga (Diretoria de Benefícios), eleitos pelo plenário, a exemplo de Calheiros. O resultado das eleições havia sido homologado na noite desta quarta-feira (22/8), durante a abertura da 1392ª plenária ordinária do Confea. A nova diretoria assume para o mandato que vai até 24 de agosto de 2015.

“Houve grandes avanços, mas pretendemos desenvolver um convênio com os Creas e Confea para criarmos um sistema que agilize o registro das Anotações de Responsabilidade Técnica –ARTs. Vamos ver o que tem sido feito por eles, e ver como a Mútua pode ajudar”, considera Antonio Salvador. Segundo ele, há condições de ser implantado até o ano que vem. “Isso vai agilizar o Sistema como um todo. Devemos também usar a tecnologia da informação para ampliar o número de associados. Pelo que vi, hoje isso é feito com muita competência, mas direcionado a quem já é sócio. A gente vai sensibilizar os Creas e as entidades de classe para chegar aos novos profissionais e aos estudantes”, acrescenta Salvador.
Com o patrimônio financeiro atual de R$ 509 milhões e patrimônio físico, de cerca de 80 milhões, a Mútua deve realmente enfrentar as barreiras de informação aos profissionais. É o que argumenta o novo diretor financeiro da entidade. “Reconhecemos que a Mútua não consegue levar a informação ao profissional, ou seja, podemos dizer que existe o desconhecimento por falta de comunicação. Os profissionais que conhecem a Mútua são os que participam do Sistema”. Evitando fazer análises sobre a gestão anterior, “cada um enfrenta as dificuldades de seu tempo”, Lino Gilberto da Silva prefere incentivar o diálogo para deflagrar novas iniciativas em prol da Caixa de Assistência. “Temos todos que nos unir para agilizar nossas demandas. As críticas são grandes, por isso precisamos do esforço de todos os segmentos do Sistema Confea/Crea e Mútua”, diz.

Cerimônia

Para o arquiteto Wellington Costa, então presidente da Mútua, seu mandato cumpriu com as metas estabelecidas. “Chegamos ao final da gestão com a consciência do dever cumprido, na medida das nossas capacidades. O tempo é o senhor da razão, e o tempo com certeza se terá uma avaliação do que a diretoria fez e poderia fazer, disse, parabenizando a nova diretoria e agradecendo a todos pela convivência fraterna com todos os colaboradores da Mútua. “Eles são os principais responsáveis pelo que desenvolvemos neste período”. O. diretor de Tecnologia da Informação, técnico agrícola Marcos de Sousa, também agradeceu a confiança para participar de dois mandatos. “A Mútua hoje só caminha para frente. Seu potencial é muito grande”, disse, desejando sucesso aos novos diretores. Logo depois, houve a exibição de um vídeo com imagens de confraternização entre gestores e colaboradores, seguida da posse dos novos diretores.

“Marcos de Sousa modernizou a área de tecnologia da Mútua. Quero colocar minha experiência para trabalhar arduamente para melhorar estes serviços”, disse, Antônio Salvador da Rocha. O diretor administrativo, Luiz Alberto Freitas Pereira, considerou que espera contar com o apoio do corpo funcional para construir “a Mútua que queremos”. Já o diretor financeiro Lino Gilberto da Silva, comentou que este é o maior desafio de sua vida, enquanto o novo presidente da Mútua, Cláudio Pereira Calheiros, conclamou as diversas entidades, profissionais e colaboradores a contribuir para a modernização da legislação e para a descentralização administrativo-financeira da Mútua, “o braço social do Sistema”. O presidente do Confea, eng. civil José Tadeu, considerou que, para a Mútua chegar a seu atual estágio, precisou do empenho de muitos outros profissionais. “Quero desejar sucesso a vocês”, disse, após fazer um apanhado histórico da entidade e declarar sua importância para o Sistema.

O diretor de benefícios da Mútua, Ricardo Antônio de Arruda Veiga, esteve impossibilitado de comparecer à posse, sendo representado. Transmitida pela internet como todas as demais plenárias do Confea, a cerimônia contou com a participação dos conselheiros e ainda do Presidente do Colégio de Presidentes, Antônio Carlos Albério, do coordenador do Colégio de Entidades Nacionais, Ricardo Nascimento, presidentes de Creas, entre outras autoridades do Sistema Confea/Crea e ainda de funcionários da Mútua e de familiares dos diretores.

EM: 27.08.2012
POR HENRIQUE NUNES
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO E MARKETING DO CONFEA

Inscrições gratuitas abertas: participe do curso REVIT BIM 2023 – GLP do Crea Qualificando de junho

O Crea Qualificando de junho está repleto de conteúdos que vão enriquecer seus conhecimentos. Desta vez, o curso oferecido de…

Participe da Semana da Acessibilidade do Clube de Engenharia do Maranhão

Participe da Semana da Acessibilidade do Clube de Engenharia do Maranhão! 🗓️ Datas: 25 a 28 de junho de 2024…

Abril Verde 2024: campanha pela Vida e Segurança no Trabalho

O mês de abril é marcado pelo movimento Abril Verde, uma iniciativa que busca promover a conscientização sobre a importância…

Grupo de Trabalho (GT) realiza reunião com Serviço Móvel Pessoal (SMP) do CREA-MA para debates da implantação da tecnologia 5G no Brasil

Após a aprovação da prorrogação do Grupo de Trabalho Serviço Móvel Pessoal (SMP) até outubro deste ano, decidida na 2ª…
Pular para o conteúdo