Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

CREA-MA RECEBE EXECUTIVOS DA OGX E DA MPX

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão recebeu, na tarde da última quarta-feira (6) executivos da OGX e da MPX, representando a OGX Maranhão, sociedade formada entre as empresas OGX e MPX responsáveis pelo empreendimento da Unidade de Tratamento de Gás (UTG) na cidade maranhense de Santo Antonio dos Lopes. Estiveram presentes o Presidente do Crea-MA, Eng. Mecânico Alcino Araújo Nascimento Filho, o Superintendente, Eng. Civil Jorge Feres, além do chefe da gabinete da autarquia, Eng. Eletricista Francisco Solano Custódio.
Na ocasião, foram apresentados os detalhes técnicos da UTE Parnaíba , que será o maior complexo termelétrico para geração de energia no Brasil, o seu Relatório de Impacto Ambiental, além da apresentação, por parte da OGX Maranhão, das ART’s correspondentes à obra.
Segundo o presidente Alcino Araújo, o encontro demonstra o compromisso que o Crea do Maranhão possui com os profissionais e a sociedade: “Estamos acompanhando de perto todos estes grandes projetos que estão instalados em nosso estado, para que possamos, com isso, dar nossas contribuições, como entidade que congrega os profissionais da Engenharia. Continuaremos com esse trabalho.”- afirmou o presidente.
O gás natural a ser tratado e produzido na UTG virá do campo de Gavião Real (localizado em Santo Antônio dos Lopes) e posteriormente de Gavião Azul (Capinzal do Norte) e abastecerá a usina de Parnaíba. A produção deverá ter início no segundo semestre deste ano e poderá atingir até 6 milhões de m³/dia. Este volume significa dobrar a produção atual de gás natural, em terra, no Brasil.

Usina Termelétrica Parnaíba – A MPX constrói em Santo Antônio dos Lopes um complexo de geração de energia termelétrica a gás natural, a Usina Termelétrica Parnaíba. Com capacidade instalada de 3.722 MW de energia, a UTE Parnaíba será o maior complexo termelétrico para geração de energia no Brasil.
O empreendimento será construído por partes. Para as primeiras unidades de geração de energia a serem instaladas, totalizando aproximadamente 1.200 MW, está previsto um investimento de cerca de R$ 2 bilhões. As primeiras unidades começam a gerar energia já em 2013. Hoje, as obras estão na etapa de construção civil, e preparativos para o início da montagem eletromecânica dos turbo-geradores.

Exploração de Gás Natural – A OGX Maranhão realiza a exploração de gás natural na Bacia do Parnaíba desde dezembro de 2009, quando iniciou as pesquisas sísmicas no subsolo de parte dos oito blocos exploratórios dos quais detém concessão.
De 2010 até agora, já perfurou 10 poços na região nos municípios de Capinzal do Norte, Santo Antônio dos Lopes, Lima Campos, Bacabal, Codó e Igarapé Grande, gerando mais de 1.500 empregos na região. Até o momento, dois campos descobertos já foram declarados comerciais: Gavião Real (Santo Antônio dos Lopes) e Gavião Azul (Capinzal do Norte).
A fase exploratória, de pesquisa sísmica e perfuração de poços, vai continuar durante os próximos anos na região, com vistas a realizar novas descobertas.

POR RACHID SAUAIA
CREA-MA
COM INFORMAÇÕES DA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA OGX (www.ogx.com.br)

Inscrições gratuitas abertas: participe do curso REVIT BIM 2023 – GLP do Crea Qualificando de junho

O Crea Qualificando de junho está repleto de conteúdos que vão enriquecer seus conhecimentos. Desta vez, o curso oferecido de…

Participe da Semana da Acessibilidade do Clube de Engenharia do Maranhão

Participe da Semana da Acessibilidade do Clube de Engenharia do Maranhão! 🗓️ Datas: 25 a 28 de junho de 2024…

Abril Verde 2024: campanha pela Vida e Segurança no Trabalho

O mês de abril é marcado pelo movimento Abril Verde, uma iniciativa que busca promover a conscientização sobre a importância…

Grupo de Trabalho (GT) realiza reunião com Serviço Móvel Pessoal (SMP) do CREA-MA para debates da implantação da tecnologia 5G no Brasil

Após a aprovação da prorrogação do Grupo de Trabalho Serviço Móvel Pessoal (SMP) até outubro deste ano, decidida na 2ª…
Pular para o conteúdo