Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

COLÉGIO DE PRESIDENTES DISCUTE ENTRADA DE PROFISSIONAIS ESTRANGEIROS NO PAÍS

Na abertura da 3ª Reunião Ordinária do Colégio de Presidentes do Sistema Confea/Crea e Mútua, em Foz do Iguaçu, o presidente do Confea, eng. civ. José Tadeu da Silva, externou sua preocupação com a questão da entrada dos profissionais estrangeiros no país. De acordo com ele, o Sistema atravessa hoje um momento de transição, inclusive com a saída dos arquitetos. “Estamos, também, num momento em que o país atravessa um momento ímpar de estabilidade democrática e econômica. Porém, precisamos analisar com muita clareza os pilares econômico, social e ambiental, pois sabemos que todas essas questões passam pelo nosso exercício profissional”.
Nesse contexto, o presidente relembrou que hoje, como a crise está assolando lá fora, os profissionais estrangeiros querem vir para o país, entretanto, livremente e até mesmo sem a necessária reciprocidade. José Tadeu destacou a situação que vem ocorrendo com os médicos e que pode vir a ser expandido para os profissionais da área tecnológica. Segundo ele, os Conselhos de Medicina têm combatido a decisão da presidenta Dilma Rousseff de editar um decreto visando facilitar a entrada de médicos estrangeiros no Brasil sem nenhuma revalidação do registro ou diploma.
Ainda, Tadeu ressaltou dois outros exemplos de ações que passam pelo questão do exercício profissional e que devem ser discutidas pelo Colégio de Presidentes do Sistema para definir as ações a serem adotadas. Uma delas é o projeto de alteração da Lei de Diretrizes e Bases da Educação no sentido de que o diploma de estrangeiros seja reconhecido automaticamente pelas universidades brasileiras, sem passar pela análise dos Conselhos Profissionais. O outro, o Acordo de Montevidéu, que estabelece o livre comércio e serviço no Mercosul.
“Todos esses assuntos estão passando pela questão do exercício profissional. São problemas não só do presidente do Confea, mas de todos os profissionais do país. É de nossa responsabilidade, do Sistema Confea/Crea e, por isso, vamos discutir o assunto e encontrar as soluções necessárias que todo o país espera de nós”, afirmou Tadeu. O tema deverá voltar à pauta da reunião do Colégio de Presidentes que segue até quarta-feira.

POR TÂNIA CAROLINA MACHADO
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DO CONFEA

Inscrições gratuitas abertas: participe do curso REVIT BIM 2023 – GLP do Crea Qualificando de junho

O Crea Qualificando de junho está repleto de conteúdos que vão enriquecer seus conhecimentos. Desta vez, o curso oferecido de…

Participe da Semana da Acessibilidade do Clube de Engenharia do Maranhão

Participe da Semana da Acessibilidade do Clube de Engenharia do Maranhão! 🗓️ Datas: 25 a 28 de junho de 2024…

Abril Verde 2024: campanha pela Vida e Segurança no Trabalho

O mês de abril é marcado pelo movimento Abril Verde, uma iniciativa que busca promover a conscientização sobre a importância…

Grupo de Trabalho (GT) realiza reunião com Serviço Móvel Pessoal (SMP) do CREA-MA para debates da implantação da tecnologia 5G no Brasil

Após a aprovação da prorrogação do Grupo de Trabalho Serviço Móvel Pessoal (SMP) até outubro deste ano, decidida na 2ª…
Pular para o conteúdo