Locação de imóvel para funcionamento da sede do Crea-MA, Prodesu e grupo de Trabalho de Engenharia Condominial pautaram plenária.

Publicado em: 10 de setembro de 2020

Realizada na noite do dia 01 de setembro, a 8ª Reunião Plenária Ordinária do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão (Crea-MA), que foi transmitida ao vivo pelo youtube no  canal do Conselho.

Uma das pautas da reunião, foi a proposta do presidente em exercício do Crea-MA, eng. mec. Nelson Cavalcanti, para locação de um imóvel para o funcionamento da sede do Crea-MA em São Luís, num local de melhor localização e melhor estrutura física, visto que o atual prédio necessita de manutenção. “Estamos tomando todas as providências administrativas com o andamento dos processos para a construção da nova sede, mas precisamos alugar um novo espaço enquanto o prédio não é construído”, explicou Nelson Cavalcanti, esclarecendo ainda que esta proposta estava sendo formulada e aguardava apenas algumas avaliações que estavam sendo feitas há alguns meses.

A proposta do presidente em exercício do Crea-MA foi aprovada pelos conselheiros por unanimidade, que antes mesmo da apresentação do presidente, já se manifestaram sobre a atual situação do prédio.

Sobre o atendimento presencial do Crea-MA, que voltou no dia 10 de agosto, somente na sede, Nelson Cavalcanti esclareceu que o atendimento nas inspetorias será retomado gradativamente, de acordo com a melhoria da situação epidemiológica em cada uma das cidades, mas ressaltou que o atendimento home office, ainda em parte funcionando, tem atendido as demandas do conselho. “Implantamos o atendimento via whatsapp, estamos analisando as ART´s, CAT´s, registros e outras solicitações, portanto, o trabalho continuou mesmo durante a pandemia”, ressaltou ele.

Nelson Cavalcanti agradeceu e ressaltou ainda o trabalho dos conselheiros membros das câmaras especializadas e das comissões, que se reuniram virtualmente para análise dos processos e elaborando importantes encaminhamentos e deliberações.

Em sua fala, o superintendente de Fiscalização, eng. mec. Wesley Assis, informou que foi feita a fiscalização inteligente neste período da pandemia, resultando na elaboração de 3003 relatórios de fiscalização no período de 24 de março a 10 de agosto. “Atualmente os fiscais do Crea-MA da sede e da inspetoria de Imperatriz estão dando prioridade nas denúncias geradas, além de que estamos avaliando novas metodologias que já estão sendo implementadas nas ações de fiscalização”, informou o superintendente, que reuniu-se esta semana com os fiscais para discutir o resultado destas novas metodologias.

Grupo de Trabalho de Engenharia Condominial

Durante a plenária, foi constituído um Grupo de Trabalho de Engenharia Condominial para propor fiscalização das atividades de engenharia em condomínios residenciais multifamiliares, por conta de recentes problemas ocorridos com interdições e incêndios, decorrentes de falta de manutenção de instalações elétricas, falhas construtivas que dificultam o combate a situações de pânico e incêndio e  aprovação de projetos com erros técnicos e ou omissão de engenharia.

O coordenador do Grupo de Trabalho, eleito pelo plenário, é eng. civ. Luís Antônio Simões Hadade) e o coordenador adjunto o eng. eletric. Fernando Lima.

Prodesu

Outro ponto da reunião foram os recursos acessados pelo Crea-MA oriundos do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Confea (Prodesu) que tem como objetivo  angariar e gerenciar recursos orçamentários e financeiros para custear programas voltados à promoção da sustentabilidade econômica, financeira e social dos Creas e às ações para uniformização de procedimentos no cumprimento de sua missão.

 Na apresentação dos recursos do Prodesu, o assessor do Crea-MA Leôncio Lima, informou que foram acessados recursos da ordem de R$ 1.334.014,21, nos anos de 2018 e 2019, com contrapartida do Crea-MA e a previsão de 2020 é de 843.424,40, destes, 528.890,35 já foram aprovados para serem investidos no programa de fiscalização e o restante ainda estão sendo elaborados os planos de trabalho para serem apresentados ao Confea, contemplando ações de comunicação, mobiliário e auditoria externa.

Os recursos de 2018 e 2019 foram investidos na execução do plano de fiscalização, aquisição de veículos, treinamentos com os fiscais, mobiliários, equipamentos de informática, participação de conselheiros em eventos realizados pelo Sistema Confea/Crea e ainda utilizados nas eleições do Sistema Confea/Crea/Mutua, que será realizada no próximo dia 01 de outubro.

Texto: Vitória Castro

Assessoria de Comunicação do Crea-MA.