Locais de votação e números dos candidatos nas eleições do Sistema Confea/Crea/Mútua

A votação para as eleições do Sistema Confea/Crea/Mútua em São Luís acontecerá na sede do Multicenter Sebrae, no dia 03 de junho. O local foi aprovado durante a 1ª Reunião Plenária Extraordinária do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão – Crea-MA, realizada na última terça-feira (11), quando também foi definida a composição das mesas receptoras e escrutinadoras de votos.

A reunião foi conduzida pelo presidente em exercício, o engenheiro mecânico Nelson José Bello Cavalcanti e foi aprovada por unanimidade a solicitação da Comissão Regional Eleitoral do Maranhão (CER-MA) de instalar as urnas de São Luís no Multicenter Sebrae, que fica localizado na Avenida Jerônimo de Albuquerque, no bairro Altos do Calhau.

O local escolhido para a votação, leva em conta que a sede do Crea-MA encontra-se no Centro Histórico da cidade, onde as ruas são estreitas, não dispondo de facilidade plena de tráfego de veículos e sem locais amplos de estacionamento, o que dificultaria a participação dos profissionais.  Já o Sebrae conta com um local amplo, de fácil acesso.

Na ocasião também ficou determinada a instalação de, no mínimo, uma mesa eleitoral na sede do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão, por se tratar de local de votação obrigatória. Ressaltando que as composições das mesas poderão sofrer alterações, de acordo com a necessidade da CER-MA.

Além de uma mesa da votação na sede do Crea-MA, 5 mesas serão localizadas na sede do Multicenter Sebrae e 1 mesa de votação nas inspetorias de Açailândia, Bacabal, Balsas, Barra do Corda, Barreirinhas, Caxias, Chapadinha, Codó, Imperatriz, Pedreiras, Pinheiro, Presidente Dutra, Santa Inês, Timon e Grajaú.

Votaram favoravelmente os conselheiros regionais: Eurídice Amélia Reis Rabelo, Ranyelle Ricardo Santos, Antônio Carlos Amaral Ribeiro, Arnaldo Carvalho Muniz, Thiago Vieira Moreira, Ciro Dal Bianco Lopes, Rogério Moreira Lima Silva, José de Jesus Nunes de Oliveira, Luciana Soares Santos Jacinto, Leida Silva de Souza, Rodrigo Jorge Silva Braga, José Henrique Campos Filho, Luis Antônio Simões Hadade, Francisco de Assis Alves da Cunha, Flávio Henrique Silva Campos, Paulo Sergio Santos Moreira, Airton Antelmo de Sousa, Lourival Matos de Sousa Filho, Gregori da Encarnação Ferrão, Wady Lima Castro Júnior e Catterina Dal Bianco.

Sorteio para definição dos números:

Hoje, às 10h, no Plenário do CREA-MA, foi realizado o sorteio de definição dos números e da ordem de cada candidato ao cargo de Presidente do Crea-MA, Conselheiro Federal, Diretor Geral da Mútua-MA e Diretor Administrativo da Mútua-MA. A ocasião aconteceu em sessão pública, registrada em ata, sendo facultada a presença dos candidatos e representantes. Foram sorteadas as seguintes numerações:

Cargo: PRESIDENTE DO CREA-MA.

CANDIDATO NÚMERO ORDEM NA CÉDULA

Zé Biné

33
Emanuel Miguez 31
Luís 39
Berilo 43
Prof. Rogério 38
Eng. Denis 34
Rita de Cássia 40

CARGO: CONSELHEIRO FEDERAL

CHAPA NÚMERO ORDEM
Pádua e Maria de Fátima 50
Genilson Pavão e Francisco Soares – Chicão 57

CARGO: DIRETOR GERAL DA MÚTUA

CANDIDATO NÚMERO ORDEM
Helder Costa 67
Xavier 61
Paulo Rogério 65

CARGO: DIRETOR ADMINISTRATIVO DA MÚTUA

CANDIDATO NÚMERO ORDEM
Hermes Gondim 71
Monteiro 75

 

Já o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), realizou o sorteio da ordem na cédula eleitoral e da numeração dos candidatos à presidência do Confea na tarde da última quinta-feira (11). Com a presença de representantes dos candidatos Diego Mesquita Aguiar, Joel Krüger e Paulo Roberto de Queirós Guimarães e dos demais integrantes da CEF, conselheiros federais Carlos Eduardo de Vilhena Paiva (coordenador adjunto), Annibal Lacerda Margon, Renan Guimarães de Azevedo, Ricardo Augusto Mello de Araújo e José Miguel de Melo Lima, foram sorteadas as seguintes numerações (entre números de 10 a 29), que constarão das urnas eletrônicas:

12 – Eng. Civ. Paulo Roberto de Queiroz Guimarães
15 – Eng. Civ. e Seg. Trab. Marcos Moliterno
20 – Eng. Agr. Diogo Mesquita Aguiar
22 – Eng. Civ. Joel Krüger
24 – Eng. Eletric. Alexandre Magno Santos Cruz
27 – Eng. Ftal. Rizomar Rodrigues da Silva

Berilo Macedo discute parceria para fiscalização na área de Engenharia Clínica.

19 de fevereiro de 2020.

    A fiscalização na área de engenharia clínica e hospitalar foi pauta da reunião que aconteceu ontem (18) entre o presidente Crea-MA, Berilo Macedo e o superintendente de fiscalização, Wesley Assis com o vice-presidente da Abeclin (Associação Brasileira de Engenharia Clínica), Ricardo Maranhão. No encontro foi discutida a viabilidade de um termo de parceria entre as duas instituições.
Durante a visita ao Crea-MA, Ricardo Maranhão informou que a previsão é de que ainda no mês de março seja instalada uma regional da Abeclin no Maranhão. “Estamos buscando um contato maior com os conselhos e difundindo o papel da engenharia clínica e a necessidade de ter um profissional no gerenciamento dos equipamentos de saúde e esta regional vai possibilitar a divulgação com palestras e seminários”, afirmou ele. “Atualmente a Abeclin possui regionais no Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia”, complementou Ricardo.
Ele falou ainda da realização da Conferência Nacional de Engenharia Clínica do Sistema Confea/Crea, que acontecerá nos dias 27 e 28 de março, em Goiânia.
O evento é realizado pela Abeclin em parceria com o Crea Goiás e conta com o patrocínio do Confea, da Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea – Mútua-GO, do Sicoob Engecred-GO e do Sicoob UniCentro Brasileira.
Destinado a profissionais do Sistema Confea/Crea e Mútua e da área da saúde, além de gestores e administradores de estabelecimentos de saúde, o evento objetiva promover a discussão acerca da importância da engenharia aplicada na defesa e segurança da sociedade dentro de estabelecimentos assistenciais de saúde, qualquer que seja o porte ou o nível de complexidade.
Câmara de Engenharia Elétrica

eng clinica

    No Crea-MA, antes do encontro com o presidente Berilo Macedo, o vice-presidente da Abeclin participou da reunião com os membros da Câmara Especializada de Engenharia Elétrica, que estava sendo conduzida pelo coordenador Rogério Moreira Lima.
Estão sendo desenvolvidas pelo Conselho, estratégias para ampliar ainda mais este ano, a atuação da fiscalização em outras modalidades da engenharia que, na sua maioria, abrange a área da Engenharia Civil.

Tramitação de propostas do CNP pode ser acompanhada em tempo real.

19 de fevereiro.

    Desde o início deste ano, o site do Congresso Nacional de Profissionais disponibiliza acesso à tramitação de cada proposta oriunda da décima edição do Congresso (10º CNP). Ao clicar em uma das propostas, o usuário é direcionado para o Sistema Eletrônico de Informação (SEI), de gestão de processos no Confea. “Esse é o produto final do 10º CNP: as 35 propostas geradas como processos no SEI, de maneira que cada profissional possa saber onde elas estão tramitando nas unidades organizacionais do Sistema Confea/Crea e Mútua”, avalia o engenheiro ambiental e assessor da Presidência do Confea Renato Muzzolon, um dos responsáveis pela organização do 10º CNP, realizado em setembro de 2019, em Palmas, TO.

   A explanação de Muzzolon constou da programação do 9º Encontro de Líderes Representantes do Sistema Confea/Crea, realizado de 12 a 14 de fevereiro, em Brasília, e que reuniu cerca de 800 lideranças da área tecnológica nacional.

   Durante três dias, os principais temas das diversas áreas de atuação profissional acolhidas por uma das instituições mais antigas do país foram debatidos ao mesmo tempo em que foram traçadas estratégias visando ao fortalecimento da entidade que congrega mais de um milhão de profissionais e 250 mil empresas.

Cidades inteligentes

   O acesso à cidade como um direito humano e necessidade de transparência nas tomadas de decisão foram dois dos pontos mencionados por Alain Grimard – oficial sênior do Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU-Habitat) – que, aliados à tecnologia, devem ser levados em consideração nas discussões sobre cidades inteligentes. “Temos ressaltado a necessidade de uma abordagem mais holísticas sobre a inteligência das cidades – a governança deve ser inteligente, o planejamento deve ser inteligente, a participação social deve ser inteligente e também a infraestrutura deve ser inteligente”, disse.

   A apresentação de Grimard na noite desta quarta-feira (12/2) para lideranças profissionais da área tecnológica compôs a programação do lançamento da 77ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea), realizado também durante o 9º Encontro de Líderes Representantes do Sistema Confea/Crea e Mútua.

   Em sua palestra, Grimard sustentou que o conceito de cidades inteligentes – smart cities – é importante, mas deve ser ampliado e agregar noções de direitos humanos, direito à cidade e transparência nas tomadas de decisões, que auxiliem na resolução dos diversos problemas sociais dos espaços urbanos. “Para o ONU-Habitat, cidade inteligente puramente tecnocentrada não será realmente inteligente. Uma cidade ser inteligente também significada ser focada nas pessoas e na sustentabilidade em suas três dimensões: social, econômica e ambiental”. De acordo com dados apresentados por Grimard, 90% da população brasileira vive em áreas urbanas.

encontro lideres 2

   Do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão (Crea-MA), participaram o presidente do Conselho, Berilo Macedo, o vice-presidente, Nelson Cavalcanti, o coordenador da Câmara de Engenharia Civil, Geologia e Minas, Ranielly Ricardo Santos, o coordenador da Câmara de Engenharia Elétrica, Rogério Moreira Lima Silva, o coordenador da Câmara Especializada de Engenharia Mecânica e Segurança do Trabalho, Flávio Henrique Silva Campos, o coordenador da Comissão de Orçamento e Tomada de Contas, Thiago Vieira Moreira, o representante do plenário do  Crea-MA na Coordenadoria de Câmaras Especializadas de Segurança do Trabalho,  Antônio Vilson Silva Dias, o coordenador da Câmara Especializada de Agronomia, Airton Antelmo de Sousa, Coordenador da Comissão de Ética, Antônio Carlos Amaral Ribeiro e o coordenador adjunto da Comissão de Educação e Atribuição Profissional, Paulo Sérgio Santos Moreira.

encontro lideees

   Dentre os representantes de entidades precursoras do Maranhão estavam a presidente da Associação dos Engenheiros Agrônomos do Maranhão (Aeama),  e coordenadora adjunta da Câmara Especializada de Agronomia, Leida Silva de Souza, o diretor do Curso de Engenharia Civil da Uema, João Aureliano de Lima Filho, além de representantes do Clube de Engenharia do Maranhão (CEM), Sindicato dos Engenheiros do Estado do Maranhão (Senge) e de outras entidades.

*Com informações do site do Confea.

 

Desconto de 5% na anuidade até o dia 29 de fevereiro.

18 de fevereiro de 2020.

Profissionais e empresas que pagarem a anuidade do Crea-MA em cota única até o dia 29 de fevereiro terão 5% de desconto sobre o valor integral definido para o exercício, de acordo com a PL 1544/2019 do Confea. Os boletos das anuidades de 2020 continuam disponíveis no Sitac (Sistema de Informações Técnico-Administrativas do CREA) https://servicos-crea-ma.sitac.com.br/, nos ambientes de serviços dos profissionais e das empresas em “Guias disponíveis”.

Confira a tabela com os valores da anuidade pessoa física:

ANUIDADE PESSOA FÍSICA

PROFISSIONAL

R$

Profissional de nível superior

577,11

Profissional técnico de nível médio

288,55

 

Confira a tabela com os valores da anuidade pessoa jurídica:

ANUIDADE PESSOA JURÍDICA

FAIXA

CAPITAL SOCIAL (R$)

R$

1

Até R$ 50.000,00

545,84

2

De 50.000,01 até 200.000,00

1.091,68

3

De R$ 200.000,01 até R$ 500.000,00

1.637,53

4

De R$ 500.000,01 até R$ 1.000.000,00

2.183,34

5

De R$ 1.000.000,01 até R$ 2.000.000,00

2.729,20

6

De R$ 2.000.000,01 até R$ 10.000.000,00

3.275,02

7

Acima de 10.000.000,00

4.366,68

 

 

Creas atendem legislação e suspendem serviços aos técnicos agrícolas.

17 de fevereiro de 2020.

    A partir de hoje, 18/02, atendendo a legislação e cumprindo prazos preestabelecidos, os Creas deixam de prestar serviços aos técnicos agrícolas, conforme anunciado em Nota de Esclarecimento publicada no site do Confea, em 07 de janeiro último.

    A suspensão dos serviços prestados atende à Lei 13.639/2018, publicada em 26/03/2018, que cria os Conselhos Federais e Regionais dos Técnicos Industriais e Agrícolas que passam a ter autonomia autárquica e financeira e a regulamentar e fiscalizar as atividades profissionais de seus associados, a Nota de Esclarecimento destaca que “após 17/02,  não haverá mais atuação dos Creas voltada para a categoria” .

    Mais informações podem ser obtidas no endereço http://www.cfta.org.br/

Crea-MA define prazo para escolas de samba apresentarem ART´s

14 de fevereiro de 2020.

 crea samba

    A direção das Escolas de Samba de São Luís têm até o dia 20 de fevereiro para apresentar a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) pelos serviços de montagem dos carros alegóricos. O prazo foi dado pelo Crea-MA durante reunião que aconteceu ontem (13) entre gestores do Conselho, Corpo de Bombeiros e a diretoria da Liga das Escolas de Samba.

   A reunião faz parte do planejamento da Operação Pierrot, que é uma operação especial de fiscalização que vem atuando desde o pré-carnaval para fiscalizar as praças carnavalescas e carros alegóricos no que tange às atividades da engenharia.

   Para uma garantir um carnaval o Superintendente de Fiscalização do Crea-MA, engenheiro mecânico Wesley Assis, propôs uma nova medida para a liga “Nós também propomos a Liga, que a escola de samba a partir do ano que vem que não apresentasse essa documentação, ou perdesse ponto na classificação geral ou nem entrasse na avenida, até para preservar a segurança do brincante e também da sociedade que vai assistir o carnaval”.

    De acordo com o Diretor de carnaval da Turma do Quinto, Jersinho Silva, a reunião é importante para que as escolas de samba tenha o máximo de segurança possível. “Todos os anos o Crea-MA reúne com as escolas de samba justamente para passar  as normativas para que seja feito um transporte seguro. Estamos justamente atendendo a essas normativas para que se faça um carnaval seguro”, declarou Jersinho.

   O papel do corpo de bombeiro é imprescindível para o papel da fiscalização “O Crea-MA nos convidou para exigir dessas escolas os documentos necessários para que eles apresentem no ato que forem fiscalizados comprovando assim que aquela estrutura está em condições para passar na passarela. Desse modo estamos contundindo tanto com os foliões, quanto com as escolas que vão passar na passarela”, declarou o Coronel França do Corpo de Bombeiro. 

   O objetivo desta operação não é de verificar apenas as escolas de samba, mas também, os clubes, a passarela do samba e casas de shows que realizarão bailes de carnaval estejam de acordo para garantir a segurança dos brincantes.

77ª Soea é lançada durante Encontro de Líderes Representantes do Sistema.

13 de fevereiro de 2010.

77 soea

    A grandiosidade da Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea) pôde ser mais uma vez dimensionada pelo seu inédito lançamento durante a noite de abertura do 9º Encontro de Líderes Representantes do Sistema Confea/Crea e Mútua, nesta quarta (14), no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB).  Com o tema “Cidades: Tecnologia e Sustentabilidade”, sua 77ª edição tem a expectativa de reunir cerca de cinco mil inscritos, entre 2 e 5 de agosto, em Goiânia.

    “Queremos inovar na Soea. Precisamos reinventar a Soea. Precisamos ter mais eficácia”, disse o presidente do Confea, eng. civ. Joel Krüger, referindo-se ao discurso de abertura do Encontro de Líderes, pela manhã. “Esse lançamento oficial já é uma inovação. Geralmente, fazíamos em um evento próprio e agora o antecipamos em dois meses. É um modelo que está agradando e deveremos consolidá-lo porque aqui podemos compartilhar com um número maior de lideranças e de profissionais, além de dar uma maior racionalidade aos recursos”.

  Tema imprescindível

    Para Joel, “a riqueza do Estado e a beleza da cidade criam o cenário ideal para que a tecnologia possa se reunir para fazer uma grande Soea”. Em relação ao tema da Semana, o presidente do Confea apontou que ele é imprescindível, diante de dramas como os decorrentes das chuvas que assolam diversas cidades do país. “Como a maioria da população brasileira vive hoje nas cidades, é fundamental que façamos essa discussão”.

   O presidente do Crea-GO, eng. agr. Francisco Almeida, citou que o tema das cidades não deve voltar-se exclusivamente para os grandes municípios. “As cidades pequenas e médias precisam de tecnologia e de desenvolvimento sustentável. Temos que fazer uma reflexão sobre a nossa importância para essas cidades”, disse, referindo-se ao tema da Soea e garantindo que essa discussão será amplamente compartilhada.

Evolução permanente

    Joel considera que a Soea é um dos maiores eventos da área tecnológica, “em que podemos trazer melhorias constantes para que o produto final seja cada vez melhor”. Elogiando a dedicação do presidente Francisco Almeida em relação ao evento, considerou que a integração será fundamental para o sucesso do evento. “Só existe uma equipe, a equipe da 77ª Soea”.

    A expectativa pelo sucesso da 77ª Soea foi compartilhada pelo presidente Joel Krüger com os demais participantes do dispositivo de honra e com todos os presentes ao lançamento. “Tenho certeza de que todas as câmaras especializadas estarão representadas”, disse, agradecendo a participação dos coordenadores eleitos horas antes, em comentário extensivo a todos os fóruns e colegiados representados na solenidade, além das inspetorias, dos corpos funcionais dos Creas e do Confea e dos ex-presidentes do Confea, José Tadeu da Silva, Henrique Ludovice e Wilson Lang.

    “Acredito que seja importante deixar uma marca. A Semana da Engenharia será uma marca. Precisamos fazer uma revolução no Sistema. E como a Soea é o maior encontro da Engenharia. Vamos fazer um marco na Semana da Engenharia. Tenho dó de quem vai fazer a próxima porque a nossa vai ser a melhor”, comentou o presidente do Crea-GO, pedindo sugestões aos colegas e observando que o evento marcará também seu último ano à frente do Regional.

Honrarias históricas

     Chanceler do Mérito, o engenheiro mecânico Carlos Laet apontou que as honrarias do Mérito tiveram início em 1958. “Um ano em que o Brasil saiu da sua tradição rural para a moderna, motivo pelo qual precisávamos homenagear os nossos profissionais”, disse, citando o jornalista Joaquim Ferreira dos Santos, autor do livro “Feliz 1958: o ano que não devia terminar”. Laet informou que foram entregues mais de 500 medalhas do Mérito e realizadas mais de 300 inscrições no Livro do Mérito, clamando para que os Creas indiquem o mais rapidamente possível os seus homenageados e saudando ainda os demais integrantes da Comissão do Mérito, conselheiros Zerisson Oliveira, Daniel Sobrinho, Jorge Bittencourt e Laércio Aires.

    Já o engenheiro agrícola Valmor Pietsch, reeleito para coordenar o Colégio de Entidades do Sistema, foi mais parcimonioso, saudando a importância do evento a ser realizado em Goiânia e evocando as duplas sertanejas do Estado anfitrião. Também brevemente, a engenharia civil Fátima Có, presidente do Crea-DF, considerou que este era um dia de festa, parabenizando os presidentes do Confea e do Crea-GO pelo evento que “será sem igual” e colocando-se à disposição para receber os participantes que queiram “estanciar” em Brasília, antes de deslocar-se para Goiânia.

Realidade e diálogo

   Recém-eleito para coordenar a Coordenadoria Nacional de Câmaras Especializadas de Agronomia, Thiago Castro de Oliveira comentou a necessidade de retomar o papel da Agronomia e desejou sucesso ao evento. “Esperamos que os debates da Soea reflitam a realidade dos profissionais das nossas bases e possamos refletir e dar os rumos da nossa Engenharia e da nossa Agronomia nacional”.

   O debate com outras esferas públicas foi destacado pelo diretor-presidente da Mútua, Paulo Guimarães, ao saudar a 77ª Soea

   O diretor-presidente da Mútua, eng. civ. Paulo Guimarães, considerou que a Soea é o maior evento do Sistema. “Esperamos reunir a área tecnológica brasileira, emanada do objetivo de debater assuntos pertinentes à atuação profissional e à interlocução com outras esferas do poder público”, afirmou, destacando o papel da Mútua nesta parceria para possibilitar o sucesso do evento, confirmando a atuação cotidiana da entidade.

Transição e ano atípico

   Lidiane Araújo, coordenadora do Crea-Jr, agradeceu o apoio do Confea e da Mútua para participar do Encontro de Líderes e apontou a importância da atuação dos novos coordenadores estaduais dos Creas-Jr,  ressaltando o valor da “transição” proporcionada pelo fórum. “Vocês têm a oportunidade de moldar o Sistema que vocês querem amanhã”, disse, convidando os colegas a participar das atividades durante a Soea.

   Durante sua fala, o presidente do Crea-PB e coordenador do Colégio de Presidentes, Antônio Carlos de Aragão manifestou seu reconhecimento à iniciativa de apresentar a Soea durante o Encontro de Líderes, racionalizando os recursos. “É uma tarefa árdua essa Soea, especialmente em um ano atípico como esse. Mas estou certo que se aproxima um grande evento, um marco de mudança e crescimento para a Engenharia, a Agronomia e as Geociências, para que possamos honrar nossos representados”.

   As inscrições para a 77ª Soea podem ser realizadas a partir desta quinta-feira, no site da Semana.

Fonte: Site do Confea.

Operação em conjunto dos Creas fiscaliza região do Matopiba.

12 de fevereiro de 2020.

foto 1

      Fiscais do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão (Crea-MA) estão fiscalizando cerca de 30 fazendas da região do Alto Parnaíba e Tasso Fragoso durante toda esta semana. A ação faz parte de uma operação especial que está sendo deflagrada na região do Matopiba, tendo como principal alvo verificar o exercício ilegal da profissão.

    No Maranhão, os fiscais estão fazendo um trabalho orientantivo, explicando aos proprietários a importância de ter um profissional habilitado, coletando informações das fazendas, identificando os responsáveis técnicos na prestação de assistência técnica e manutenção do maquinário agrícola, além da fiscalização em obras e rede elétrica de linha de transmissão. “Estamos usando tablet´s adquiridos pelo Crea para registrar as rotas e os pontos que correspondem aos empreendimentos visitados com o fim de gerar uma base de dados referente à fiscalização na modalidade Agronomia”, explicou o gerente de Fiscalização das inspetorias do Crea-MA, engenheiro agrônomo Roberto Souza, que está acompanhado dos fiscais Antônio Nelson e Joedson Martins.

      Os pontos marcados no mapa utilizado no app Locus foram gerados pelo coordenador da fiscalização do Crea Bahia em parceria com a superintendência do Crea MA, baseado em imagens de satélite para nortear a fiscalização a localizar possíveis propriedades com área de cultivo implantada.

       O superintendente do Crea-MA, engenheiro mecânico Wesley Assis, informou que a previsão é de que no próximo mês sejam deflagradas outras operações de fiscalização nas regiões de Balsas, Imperatriz, Acailândia e Chapadinha. “ Na semana passada os fiscais do Maranhão acompanharam uma equipe da regional da Bahia em fiscalizações voltadas exclusivamente para empreendimentos agrícolas e fazendas e agora as ações estão sendo realizadas no Maranhão com o conhecimento adquirido pelos nossos fiscais”, explicou ele.

       Os campos de produção visitados contemplam as culturas da soja, milho e também milheto, quase na fase de colheita em sua maioria.

      O presidente do Crea-MA, engenheiro eletricista Berilo Macedo, ressaltou que o órgão está ampliando a fiscalização para outras modalidades, a exemplo da Agronomia, pois a maioria das fiscalizações acontece na área da engenharia civil. “Nos últimos dois anos aumentamos em 39,5% as ações de fiscalização e no ano passado foram realizadas 5.272 fiscalizações. Em 2017 foram 3.780 fiscalizações”, disse Berilo Macedo.

 

foto 2

 

Matopiba  

       A operação especial voltada para a área do Matopiba teve início na Bahia, no dia 02 de fevereiro e vai se estender até o dia 15 de fevereiro. Conta com as equipes dos Crea´s do Maranhão, Tocantins e Bahia, além do Pará, que está acompanhando as ações para adquirir experiência.

       A expressão Matopiba resulta de um acrônimo formado com as iniciais dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. Ela designa uma extensão geográfica que recobre parcialmente os territórios dos quatro estados mencionados.