CREA-MA SEDIA ENCONTRO NACIONAL DE ENTIDADES NACIONAIS

Teve inicio hoje (10), no Brisamar Hotel a 2ª Reunião do Colégio de Entidades Nacionais (Cden). Sediada pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão, reúne os presidentes e representantes das entidades nacionais do sistema Confea/Crea e tem como principal objetivo elaborar e discutir planos e ações voltadas as entidades. O evento, que vai até o dia 13 coincide com as comemorações de 400 anos de São Luís e aos 39 anos do Crea-MA, ocorridos no último dia 8 de setembro.

Estiveram presentes à solenidade de abertura o Presidente do Crea-MA, Eng. Mecânico Alcino Araújo Nascimento Filho, o Coordenador do Colégio de Entidades Nacionais, Ricardo Nascimento, além dos representantes das atuais vinte e oito entidades nacionais credenciadas junto ao Confea, organizadas por área de formação e/ou atuação profissional.

“É uma honra tê-los conosco neste encontro, onde temos a rara oportunidade de compartilharmos do mesmo ar do desenvolvimento tecnológico. Durante os próximos três dias iremos debater temas de fundamental importância ao nosso sistema.”- afirmou o Presidente do Crea-MA, Alcino Araújo Nascimento Filho.

O coordenador do CDEN, Ricardo Nascimento, agradeceu a presença de todos os presentes e falou da importância do Colégio de Entidades Nacionais: “A importância do colégio de entidades nacionais está ligada ao aperfeiçoamento e discussão dos projetos voltados as entidades com o foco voltado  para elaborar, realizar, participar, implementar, indicar e primar sobre política de formação”- disse.

SAIBA MAIS: O Colégio de Entidades Nacionais é composto pelos presidentes ou representantes das Entidades Nacionais do Sistema Confea/Crea. Atualmente, o Cden, é composto por 28 (vinte e oito) Entidades Nacionais, credenciadas junto ao Confea, organizadas por área de formação e/ou atuação profissional, representadas por seus Presidentes ou substitutos legais.

OBJETIVOS: De acordo com a legislação do Cden, o colegiado tem por objetivo elaborar, realizar, participar, implementar, indicar e primar sobre política de formação, especialização e atualização dos profissionais; Planejamento Estratégico do Sistema; Temas Nacionais de interesse das profissões; Ações de verificação e fiscalização do exercício e atividades das profissões; Elaboração de resoluções específicas de interesse geral das profissões;    Elaboração de Atos Administrativos, Normativos das profissões; Elaboração do Código de Ética Profissional;    Implementação de Projetos de pesquisas, publicações, campanhas, cursos e eventos em parceria com o Confea;   Indicação de profissionais à outorga da Medalha do Mérito e inscrição no Livro do Mérito, do Confea; e participar da organização do Congresso Nacional dos Profissionais – CNP, em conjunto com o Confea.

POR ASSESORIA DE COMUNICAÇÃO

CREA-MA

CREA-MA SEDIA ENCONTRO DE ENTIDADES NACIONAIS

Teve inicio hoje (10), no Brisamar Hotel a 2ª Reunião do Colégio de Entidades Nacionais (Cden). Sediada pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão, reúne os presidentes e representantes das entidades nacionais do sistema Confea/Crea e tem como principal objetivo elaborar e discutir planos e ações voltadas as entidades. O evento, que vai até o dia 13 coincide com as comemorações de 400 anos de São Luís e aos 39 anos do Crea-MA, ocorridos no último dia 8 de setembro.

Estiveram presentes à solenidade de abertura o Presidente do Crea-MA, Eng. Mecânico Alcino Araújo Nascimento Filho, o Coordenador do Colégio de Entidades Nacionais, Ricardo Nascimento, além dos representantes das atuais vinte e oito entidades nacionais credenciadas junto ao Confea, organizadas por área de formação e/ou atuação profissional.

“É uma honra tê-los conosco neste encontro, onde temos a rara oportunidade de compartilharmos do mesmo ar do desenvolvimento tecnológico. Durante os próximos três dias iremos debater temas de fundamental importância ao nosso sistema.”- afirmou o Presidente do Crea-MA, Alcino Araújo Nascimento Filho.

O coordenador do CDEN, Ricardo Nascimento, agradeceu a presença de todos os presentes e falou da importância do Colégio de Entidades Nacionais: “A importância do colégio de entidades nacionais está ligada ao aperfeiçoamento e discussão dos projetos voltados as entidades com o foco voltado  para elaborar, realizar, participar, implementar, indicar e primar sobre política de formação”- disse.

SAIBA MAIS: O Colégio de Entidades Nacionais é composto pelos presidentes ou representantes das Entidades Nacionais do Sistema Confea/Crea. Atualmente, o Cden, é composto por 28 (vinte e oito) Entidades Nacionais, credenciadas junto ao Confea, organizadas por área de formação e/ou atuação profissional, representadas por seus Presidentes ou substitutos legais.

OBJETIVOS: De acordo com a legislação do Cden, o colegiado tem por objetivo elaborar, realizar, participar, implementar, indicar e primar sobre política de formação, especialização e atualização dos profissionais; Planejamento Estratégico do Sistema; Temas Nacionais de interesse das profissões; Ações de verificação e fiscalização do exercício e atividades das profissões; Elaboração de resoluções específicas de interesse geral das profissões;    Elaboração de Atos Administrativos, Normativos das profissões; Elaboração do Código de Ética Profissional;    Implementação de Projetos de pesquisas, publicações, campanhas, cursos e eventos em parceria com o Confea;   Indicação de profissionais à outorga da Medalha do Mérito e inscrição no Livro do Mérito, do Confea; e participar da organização do Congresso Nacional dos Profissionais – CNP, em conjunto com o Confea.

POR ASSESORIA DE COMUNICAÇÃO

CREA-MA

CREA-MA COMEMORA 39 ANOS

O 8 de setembro não somente nos remete aos 400 anos de nossa capital, São Luis, mas também é a data de comemoração dos 39 anos do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão/Crea-MA. O Crea-MA é entidade de fiscalização do exercício e das atividades profissionais. Em sua missão, é o órgão de fiscalização, de controle, de orientação e de aprimoramento do exercício a das atividades profissionais da Engenharia, da Agronomia, da Geologia, da Geografia e da Meteorologia, em seus
níveis médio e superior.
A criação do Crea-MA teve início quando a Inspetoria aqui existente, jurisdição do Crea-PA, passou a funcionar normalmente em 1970, sob a responsabilidade do engenheiro civil José Areias Guimarães, Inspetor-Chefe e do engenheiro agrônomo Demóstenes Silvestre Fernandes, Inspetor-Substituto. Em 1973, o Confea, através da
Resolução nº 216, criou o Crea 19ª Região (MA), instalado em 08 de setembro do mesmo ano.
Por quase quatro anos o Crea-MA funcionou em uma sala do prédio da Secretaria da Agricultura, na época localizada na Rua Henrique Leal, em São Luís
Durante a maior parte da sua história o Conselho funcionou na Rua 28 de junho, nº. 214. Centro. Porém, com o crescimento do estado do
Maranhão, das áreas tecnológicas e no sentido de atender melhor os profissionais e a sociedade civil, a partir de 18 de agosto de 2011, o Conselho passou a funcionar novamente de forma integrada na Rua Cândido Mendes, nº. 540. Centro.
Presidentes – Seguindo a ordem cronológica: O engenheiro civil José de Ribamar Araújo, seguido do engenheiro agrônomo Graccho
Bolívar Pinheiro da Silva; engenheiro agrônomo Francisco Soares da Silva; engenheiro civil José Ribamar Franco da Costa; Engenheiro Civil José Pinheiro Marques; o Eng. Raymundo José Aranha Portelada e o atual, Engenheiro Mecânico Alcino Araújo Nascimento Filho.
“O Crea, em seus 39 anos, vem prestando um excelente trabalho de valorização profissional e defesa da sociedade. Comemoramos essa data com a certeza de que estamos cumprindo essa missão” – afirmou o presidente do Crea-MA, Eng. Mecânico Alcino Araújo Nascimento Filho.

CREA-MA RECEBE CAEMA E SECRETARIA DE SAÚDE EM PLENÁRIA

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão recebeu em sua 8ª Reunião Plenária Ordinária, ocorrida na última terça-feira (04), representando o Secretário de Saúde do Estado, Ricardo Murad, o secretário adjunto de Saneamento e Eng.Clínica Jorge Luis Pereira Mendes, além do presidente da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão – CAEMA e o Engenheiro José Ribamar Rodrigues Fernandes, diretor de Engenharia e Meio Ambiente da companhia.

Durante cerca de duas horas, foi explanada a real situação do órgão quando a atual diretoria assumiu,  e os investimentos que estão sendo realizados, com a ampliação dos serviços realizados. Além disso, temas em voga atualmente na capital, como o diagnóstico da balneabilidade das praias da ilha, além de questões como a não expedição, por parte da Caema, das certidões de viabilidade técnica para instalação de obras. O convite surgiu a partir da participação do Crea-MA em diversas reuniões, mês passado, com empresários da construção civil, Caema e Secretaria de Saúde do Estado,  com o intiuto de resolver a problemática das certidões.

A ida do grupo também faz parte da nova concepção em que estão sendo as reuniões plenárias do Conselho, sempre trazendo discussões de temas atuais ligados às áreas tecnológicas e o estado. Já estiveram presentes a OGX/MPX, Infraero e EP Engenharia, Prefeitura de São Luís, entre outros e agora, a Caema em conjunto com a Secretaria de Saúde do estado. “Estamos buscando essa nova fórmula de realização das plenárias de nosso conselho para que possamos discutir a engenharia do nosso estado” – afirmou o Presidente do Crea-MA, Eng. Mecânico Alcino Araújo Nascimento Filho.

POR CREA-MA

CREA-MA É A SEDE DA ENGENHARIA NO MÊS DE SETEMBRO

O Crea-MA realizará dois dos mais importantes eventos do nesse mês, fazendo parte das comemorações dos 400 anos da cidade de São Luís e dos 39 anos do Crea-MA (08 de setembro). A 2ª reunião do Colégio de Entidades Nacionais (Cden), a ser realizada entre os dias 10 a 12 de setembro e a 5ª reunião Ordinária do Colégio de Presidentes, entre os dias 13 e 15.
Ambos ainda terão a presença dos Conselheiros Regionais, Federais, representantes de entidades de classe e de instituições de ensino, profissionais da engenharia, agronomia, técnicos, tecnólogos e a sociedade em geral.

Realização: Conselho Federal de Engenharia e Agronomia – Confea e Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão – Crea-MA

Local: Hotel Brisa Mar.

Endereço: Av. São Marcos, nº.12 – Ponta D\’Areia. São Luís-MA

CDEN E COLÉGIO DE PRESIDENTES SERÃO REALIZADOS NO MARANHÃO

O Crea-MA realizará dois dos mais importantes eventos do nesse mês, fazendo parte das comemorações dos 400 anos da cidade de São Luís e dos 39 anos do Crea-MA (08 de setembro). A 2ª reunião do Colégio de Entidades Nacionais (Cden), a ser realizada entre os dias 10 a 12 de setembro e a 5ª reunião Ordinária do Colégio de Presidentes, entre os dias 13 e 15.
Ambos ainda terão a presença dos Conselheiros Regionais, Federais, representantes de entidades de classe e de instituições de ensino, profissionais da engenharia, agronomia, técnicos, tecnólogos e a sociedade em geral.

Colégio de Presidentes – O Colégio de Presidentes é um fórum consultivo do Sistema Confea/Crea e Mútua, composto pelo presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), pelos presidentes dos Conselhos Regionais e pelo presidente da Mútua.
Seu objetivo é buscar a unidade de ação no que se refere ao funcionamento do Sistema e à uniformização de procedimentos, visando à maximização da eficiência e da eficácia.
Uma das competências do Colégio de Presidentes é se manifestar acerca de consultas encaminhadas pelo Confea, por meio de propostas dirigidas aos Creas.
Periodicamente, o colegiado se reúne para tratar de temas relacionados à área tecnológica e assuntos institucionais e políticos de abrangência do Sistema.

Colégio de Entidades Nacionais – O Colégio de Entidades Nacionais é composto pelos presidentes ou representantes das Entidades Nacionais do Sistema Confea/Crea. Atualmente, o Cden, é composto por 28 (vinte e oito) Entidades Nacionais, credenciadas junto ao Confea, organizadas por área de formação e/ou atuação profissional, representadas por seus Presidentes ou substitutos legais. O Cden reúne-se ordinariamente duas vezes ao ano, sendo uma das reuniões, preferencialmente a segunda, incorporada à programação da Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia – SOEA. A primeira reunião do Cden ocorre geralmente durante o Encontro de Lideranças do Sistema Confea/Crea. Reuniões extraordinárias podem ser convocadas conforme preceitua a Decisão PL 0861/94.
A Coordenação do Cden é exercida em caráter executivo por um coordenador e um coordenador adjunto eleitos por seus membros durante sua primeira reunião, com um mandato de um ano, permitida uma única reeleição em quaisquer dos cargos.
De acordo com a legislação afeta ao Cden, o colegiado tem por objetivo elaborar, realizar, participar, implementar, indicar e primar sobre política de formação, especialização e atualização dos profissionais; Planejamento Estratégico do Sistema; Temas Nacionais de interesse das profissões; Ações de verificação e fiscalização do exercício e atividades das profissões; Elaboração de resoluções específicas de interesse geral das profissões;    Elaboração de Atos Administrativos, Normativos das profissões; Elaboração do Código de Ética Profissional;    Implementação de Projetos de pesquisas, publicações, campanhas, cursos e eventos em parceria com o Confea;   Indicação de profissionais à outorga da Medalha do Mérito e inscrição no Livro do Mérito, do Confea; e participar da organização do Congresso Nacional dos Profissionais – CNP, em conjunto com o Confea.

POR RACHID SAUAIA
CREA-MA
COM INFORMAÇÕES DO SITE DO CONFEA (www.confea.org.br)

CONFEA E ABNT RENOVAM PROTOCOLO DE INTENÇÕES

Além do lançamento da 69ª Soea, a noite da última quinta-feira (30.08) foi destacada pela renovação do protocolo de intenções entre a ABNT e o Confea, desta vez “mais aprimorado, com a possibilidade do profissional consultar por até 10 minutos para conferir o teor da Norma que deseja adquirir”, afirmou Pedro Buzatto Costa, presidente da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT),
“O protocolo que permitirá adquirir qualquer Norma Técnica com descontos entre 50% e de 60% alimenta o objetivo da renovação que é fazer com que cada vez mais profisisonais sigam as normas estabelecidas”, segundo Buzatto.
Com um conselho e uma certificadora, a ABNT tem cerca de 160 funcionários em Brasília “e perto de 15 mil pessoas que por todo o país debatem sobre a formulação de Normas com base na experiência dos profissionais que exercem as atividades”, informa o presidente da entidade.
Buzatto destaca que “o conhecimento e a prática de profissionais são a base para que o texto de uma Norma comece a ser redigido onde são considerados os aspectos e segmentos envolvidos no exercício de uma profissão técnica”.
“Num total de 10 mil, as normas brasileiras são elaboradas por técnicos que compõem os comitês e subcomitês em que se divide a ABNT”, informou Buzatto.

POR MARIA HELENA DE CARVALHO
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO E MARKETING DO CONFEA

CREA-MA PRESTIGIA LANÇAMENTO DA 69ª SEMANA OFICIAL DA ENGENHARIA E AGRONOMIA

O lançamento da Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea) – que este ano acontece em Brasília entre 19 e 23 de novembro – e do selo alusivo ao evento, a assinatura do protocolo de intenções entre Confea e a Associação Brasileira de Normas Técnicas, e ainda a posse da nova diretoria da Mútua, caixa de assistência social do Sistema Confea/Crea, marcaram a cerimônia realizada no Congresso Nacional, na noite de 30 de agosto. O Crea-MA esteve representado pelo vice-presidente Renè Bayma Filho, pelos Conselheiros Regionais João Batista Sousa e Márcio Irineu da Anunciação e pelo Gerente de Fiscalização José Álvaro Costa.

Com o auditório Nereu Ramos da Câmara dos Deputados lotado, as lideranças profissionais e políticas destacaram o tema da 69ª edição da Soea: “Aperfeiçoamento do Sistema Confea/Crea e Mútua. Os profissionais como agentes de transformação da sociedade”.

Para o presidente do Confea, eng. civil José Tadeu da Silva, o lançamento acontecer no Congresso Nacional “é emblemático”. “É por esta Casa de Leis que passa o tema central da nossa Soea que é a modernização da legislação que rege as atividades profissionais reunidas pelo Sistema Confea/Crea”, afirmou na noite do lançamento.

Presidente do Confea, eng.civil José Tadeu, em seu discurso de abertura à 69ª Semana Oficial dos Engenheiros e Agrônomos: atualização da legislação vai colocar o Sistema no mesmo compasso de desenvolvimento do país

Presidente do Confea, eng.civil José Tadeu, em seu discurso de abertura à 69ª Semana Oficial dos Engenheiros e Agrônomos: atualização da legislação vai colocar o Sistema no mesmo compasso de desenvolvimento do país

“O que vamos discutir com a presença de lideranças profissionais e políticas, com certeza, repercutirá por todo o país. Entendemos que a atualização da nossa legislação vai colocar o Sistema no mesmo compasso de desenvolvimento do país”, completou o presidente.

Na entrevista que concedeu logo após o lançamento da 69ª Soea, José Tadeu chamou atenção para projeto de lei em tramitação no Congresso que trata da federalização do plenário do Confea. “Somos o único conselho sem representantes de todos os Estados no plenário federal. 50% dos profissionais estão em São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo, no entanto, esses Estados não estão, no momento, sendo representados”, informa. “Vamos corrigir essas distorções com base nas discussões que acontecerão durante a Semana”, completou.

Anfitrião do evento, o presidente do Crea-DF, Flavio Correia, afirmou que receberá de braços abertos os cerca de 3 mil participantes, entre lideranças, profissionais e estudantes. Também parceiro da Soea, o deputado federal e presidente da Frente Parlamentar Mista para a Gestão Pública, Luiz Pitiman (PMDB-DF), garantiu apoio aos resultados da Semana. “Estaremos trabalhando para que o marco regulatório que vocês definirem seja aprovado no Congresso o mais rápido possível”, afirmou.

Ressaltando que esta Soea será “completamente diferente das outras”, o presidente do Crea-PA e coordenador do Colégio de Presidentes, Antonio Carlos Albério, manifestou seu “desejo sincero do êxito da Soea para que tenhamos enfim uma legislação que defenda os interesses dos profissionais da área tecnológica”.

Ricardo Nascimento, coordenador do Colégio de Entidades Nacionais, afirmou que as entidades nacionais e regionais têm o dever de contribuir diretamente para os debates. Já o coordenador nacional das Câmaras Especializadas de Agronomia, Juarez Lopes – que na mesa do evento representou todos os coordenadores nacionais de câmaras –, disse que sua expectativa para a Soea é de muito trabalho com resultados positivos.

“É com muita alegria que, depois de 46 anos da nossa Lei de regulamentação, a Soea possa trazer este tema”, afirmou a conselheira federal Darlene Leitão.

POR: ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO E MARKETING DO CONFEA

DIA 30, QUINTA-FEIRA, SERÁ LANÇADA A 69ª SEMANA OFICIAL DA ENGENHARIA E DA AGRONOMIA

 

 

 

A realização do evento de maior projeção do Sistema Confea/Crea, a Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia, será anunciada na  próxima quinta-feira, 30 de agosto, às 17h, no auditório Nereu Ramos, da Câmara dos Deputados.

Na cerimônia, o presidente do Confea, eng. civil José Tadeu da Silva, oficializará o lançamento da Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia que acontecerá em Brasília, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, de 19 e 23 de novembro próximo.

Com o tema “Aperfeiçoamento do Sistema Confea/Crea e Mútua – Os Profissionais como Agentes de Transformação na Sociedade”, a 69ª  edição do evento  tem como objetivo “discutir a legislação vigente que regulamenta o Sistema”, informa José Tadeu.

Para ele, a Soea deve ter a participação de cerca de três mil pessoas, entre profissionais e estudantes de todo o Brasil, inspetores, coordenadores de Câmaras Especializadas, conselheiros federais e regionais, – perto de 1390, com seus respectivos suplentes -, representantes das 814 entidades regionais que compõem o Colégio de Entidades Nacionais (Cden), e diretores da Mútua, Caixa de Assistência, entre outras lideranças.

O presidente do Confea acredita que “com essa mobilização, as discussões poderão colocar o Sistema Confea/Crea em sintonia com essa fase de desenvolvimento que está acontecendo no país”.

“Não há como adiar essa discussão”, afirma Tadeu, lembrando de projetos de lei em tramitação no Congresso como o que trata da representatividade dos estados no Conselho Federal.

EM: 28.08.2012

POR MARIA HELENA DE CARVALHO

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO E MARKETING DO CONFEA

NOVA DIRETORIA DA MÚTUA NACIONAL TOMA POSSE

A Mútua, Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea, deu posse, na tarde desta quinta-feira (23/8), a sua nova diretoria, tendo o engenheiro agrônomo e engenheiro de segurança do trabalho Cláudio Pereira Calheiros como diretor-presidente e ainda o engenheiro eletricista Antonio Salvador da Rocha (Diretoria de Tecnologia da Informação), o engenheiro agrônomo Luiz Alberto Freitas Pereira (Diretoria administrativa) – eleitos pelo Colégio de Presidentes – e ainda o técnico em edificações Lino Gilberto da Silva (diretoria financeira) e o também engenheiro agrônomo Ricardo Antônio de Arruda Veiga (Diretoria de Benefícios), eleitos pelo plenário, a exemplo de Calheiros. O resultado das eleições havia sido homologado na noite desta quarta-feira (22/8), durante a abertura da 1392ª plenária ordinária do Confea. A nova diretoria assume para o mandato que vai até 24 de agosto de 2015.

“Houve grandes avanços, mas pretendemos desenvolver um convênio com os Creas e Confea para criarmos um sistema que agilize o registro das Anotações de Responsabilidade Técnica –ARTs. Vamos ver o que tem sido feito por eles, e ver como a Mútua pode ajudar”, considera Antonio Salvador. Segundo ele, há condições de ser implantado até o ano que vem. “Isso vai agilizar o Sistema como um todo. Devemos também usar a tecnologia da informação para ampliar o número de associados. Pelo que vi, hoje isso é feito com muita competência, mas direcionado a quem já é sócio. A gente vai sensibilizar os Creas e as entidades de classe para chegar aos novos profissionais e aos estudantes”, acrescenta Salvador.
Com o patrimônio financeiro atual de R$ 509 milhões e patrimônio físico, de cerca de 80 milhões, a Mútua deve realmente enfrentar as barreiras de informação aos profissionais. É o que argumenta o novo diretor financeiro da entidade. “Reconhecemos que a Mútua não consegue levar a informação ao profissional, ou seja, podemos dizer que existe o desconhecimento por falta de comunicação. Os profissionais que conhecem a Mútua são os que participam do Sistema”. Evitando fazer análises sobre a gestão anterior, “cada um enfrenta as dificuldades de seu tempo”, Lino Gilberto da Silva prefere incentivar o diálogo para deflagrar novas iniciativas em prol da Caixa de Assistência. “Temos todos que nos unir para agilizar nossas demandas. As críticas são grandes, por isso precisamos do esforço de todos os segmentos do Sistema Confea/Crea e Mútua”, diz.

Cerimônia

Para o arquiteto Wellington Costa, então presidente da Mútua, seu mandato cumpriu com as metas estabelecidas. “Chegamos ao final da gestão com a consciência do dever cumprido, na medida das nossas capacidades. O tempo é o senhor da razão, e o tempo com certeza se terá uma avaliação do que a diretoria fez e poderia fazer, disse, parabenizando a nova diretoria e agradecendo a todos pela convivência fraterna com todos os colaboradores da Mútua. “Eles são os principais responsáveis pelo que desenvolvemos neste período”. O. diretor de Tecnologia da Informação, técnico agrícola Marcos de Sousa, também agradeceu a confiança para participar de dois mandatos. “A Mútua hoje só caminha para frente. Seu potencial é muito grande”, disse, desejando sucesso aos novos diretores. Logo depois, houve a exibição de um vídeo com imagens de confraternização entre gestores e colaboradores, seguida da posse dos novos diretores.

“Marcos de Sousa modernizou a área de tecnologia da Mútua. Quero colocar minha experiência para trabalhar arduamente para melhorar estes serviços”, disse, Antônio Salvador da Rocha. O diretor administrativo, Luiz Alberto Freitas Pereira, considerou que espera contar com o apoio do corpo funcional para construir “a Mútua que queremos”. Já o diretor financeiro Lino Gilberto da Silva, comentou que este é o maior desafio de sua vida, enquanto o novo presidente da Mútua, Cláudio Pereira Calheiros, conclamou as diversas entidades, profissionais e colaboradores a contribuir para a modernização da legislação e para a descentralização administrativo-financeira da Mútua, “o braço social do Sistema”. O presidente do Confea, eng. civil José Tadeu, considerou que, para a Mútua chegar a seu atual estágio, precisou do empenho de muitos outros profissionais. “Quero desejar sucesso a vocês”, disse, após fazer um apanhado histórico da entidade e declarar sua importância para o Sistema.

O diretor de benefícios da Mútua, Ricardo Antônio de Arruda Veiga, esteve impossibilitado de comparecer à posse, sendo representado. Transmitida pela internet como todas as demais plenárias do Confea, a cerimônia contou com a participação dos conselheiros e ainda do Presidente do Colégio de Presidentes, Antônio Carlos Albério, do coordenador do Colégio de Entidades Nacionais, Ricardo Nascimento, presidentes de Creas, entre outras autoridades do Sistema Confea/Crea e ainda de funcionários da Mútua e de familiares dos diretores.

EM: 27.08.2012
POR HENRIQUE NUNES
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO E MARKETING DO CONFEA