CREA-MA REALIZA PALESTRA COM O PROFESSOR PAULO HELENE

Professor Paulo Helene

Com o Teatro Zenira Fiquene completamente lotado, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão em parceria com a PhD Engenharia, empresa de consultoria com sede em São Paulo, realizou na última sexta-feira (12) às 19:30 a palestra “A ARTE DE PROJETAR E CONSTRUIR ESTRUTURAS”, ministrada pelo Professor Titular da USP e Diretor da PhD Engenharia Paulo Helene.
Compuseram a mesa o chefe do departamento de construção civil da Universidade Estadual do Maranhão Antonio Jorge Parga da Silva, o coordenador do curso de engenharia civil da faculdade Fama/Pitágoras Valdilea Ferreira e o diretor do curso de Engenharia Civil da Universidade Estadual Valdimar Ferreira Azevedo, o Presidente do Crea-MA Engenheiro Mecânico Alcino Araújo Nascimento Filho, além do professor Paulo Helene.
O público alvo do encontro foram de profissionais e estudantes da área tecnológica e teve como objetivo fomentar o conhecimento na área do concreto aos profissionais e acadêmicos presentes, otimizando assim os investimentos na área. A ocasião contou ainda com a palestra institucional do Crea-MA, ministrada pelo Engenheiro Mecânico Alcino Araújo Nascimento Filho, Presidente do Conselho, além do convite à 2ª Semana de Engenharia da Faculdade Pitágoras. Além disso, foram sorteados livros, assinaturas de revistas técnicas e kits de empresas de engenharia do estado.
A professora Valdilea Ferreira resumiu o evento: “Quero expressar minha felicidade com esse momento. Essa palestra é de suma importância para os alunos de engenharia civil. Agradecemos ao Crea-MA, por viabilizar a realização desse evento.” –disse.

Mesa de abertura do evento

Para o Presidente do Crea-MA Alcino Araújo Nascimento Filho é de papel do Crea-MA a viabilização de eventos como o realizado pelo Professor Paulo Helene: “Sempre dizemos por onde temos passado que o Crea-MA é dos profissionais do estado do Maranhão e é com felicidade que vemos aqui diversos profissionais e estudantes do nosso estado. É nosso papel institucional atuar em parceria com as diversas entidades e participar de diversos eventos para os profissionais “ – afirmou.

Auditório lotado

Em: 13.04.2013
Por Rachid Sauaia/Crea-MA

CREA-MA PRESTIGIA POSSE DA DIRETORIA DA EMPRESA JÚNIOR DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO DA UEMA

O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão, eng. Mecânico Alcino Araújo Nascimento Filho prestigiou ontem a posse da diretoria da Ágil, Empresa Junior do curso de engenharia de produção da Universidade Estadual do Maranhão. A Empresa Júnior tem como premissa principal a integração do aluno com a vivência de mercado ainda na academia, ou seja, aplicar as teorias adquiridas na prática. A entidade presta serviços de consultoria na área da engenharia de produção e não tem fins lucrativos.
“Deixamos aqui nessa ocasião a nossa palavra de apoio e incentivo. E Empresa Júnior proporcionará aos alunos a possibilidade de vivenciar o cotidiano de uma empresa”. – afirmou a professora Rossane Cardoso Carvalho.
Já o professor Wellinton Assunção revelou a satisfação de participar do momento: “Estamos concretizando um grande sonho do nosso curso e estamos felizes por ser de iniciativa de nossos alunos. A empresa Júnior é uma grande ponte entre a universidade e as empresas e isso somente enriquece a nossa universidade”- disse.
O presidente do Crea-MA, Alcino Araújo, que é formado pela universidade Estadual do Maranhão colocou o Conselho à disposição dos estudantes e da UEMA: “ Fizemos questão de estar aqui por entender que o Crea MA é a casa dos profissionais e por isso da importância da nossa participação em todos os eventos que envolvam a engenharia. É preciso que existam ações como essas, para que os futuros profissionais atuem integrados e para que possamos fortalecer a nossa categoria.” – finalizou.

Em: 11.04.2013
Por Rachid Sauaia
Crea-MA

PALESTRA: “A ARTE DE PROJETAR E CONSTRUIR ESTRUTURAS” – COM O PROFESSOR PAULO HELENE

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão em parceria com a PhD Engenharia realizará na próxima sexta-feira, 12 de abril de 2013, às 19:30 a palestra “A ARTE DE PROJETAR E CONSTRUIR ESTRUTURAS” com o Professor Titular da USP e Diretor da PhD Engenharia Paulo Helene. O local da realização é o teatro Zenira Fiquene, na Faculdade Pitágoras/Fama, no Turu.
O evento conta ainda com o patrocínio da Jatobeton, da Faculdade Pitágoras/Kroton Institucional e com o apoio do Ibracon, Alconpat (Associação Brasileira de Patologia das Construções), Abece (Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural) e da PINIWeb.
Na ocasião também haverá a palestra institucional do Crea-MA com o Engenheiro Mecânico Alcino Araújo Nascimento Filho, Presidente do Conselho, além dos convites ao 55° Congresso Brasileiro do Concreto – IBRACON 2013 e a 2ª Semana de Engenharia da Faculdade Pitágoras. O público alvo do evento é de profissionais e estudantes da área tecnológica e a participação é gratuita.
Você pode adquirir mais informações através do e-mail: comunicacao@creamaranhao.pagina-oficial.com, pelo telefone da Assessoria de Comunicação do Crea-MA: (98) 2106-8327 ou ainda pelo twitter do Conselho: @creamaranhao.

EVENTO: Palestra “A ARTE DE PROJETAR E CONSTRUIR ESTRUTURAS” – Com o Professor Paulo Helene – Professor Titular da USP e Diretor da PhD Engenharia.
QUANDO: 12 de abril de 2013
ONDE: Teatro Zenira Fiquene – Faculdade Pitágoras/Fama – Turu.

CREA-CE SEDIA REUNIÃO DO FÓRUM DE PRESIDENTES DO CREA NORDESTE

Teve início na manhã da última sexta-feira (05), a 2ª Reunião Ordinária do Fórum de Presidentes dos Creas Nordeste, realizada no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (Crea-CE). O encontro, que seguiu até sábado (6), reuniu todos os presidentes dos Creas da região e trouxe, como convidados, o presidente do Crea-DF, Flávio Correia, e o diretor de Tecnologia da Mútua, Antonio Salvador da Rocha. O presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), José Tadeu da Silva, participou do encontro na tarde desta sexta-feira.

Na abertura dos trabalhos, o presidente do Crea-CE, eng. civ. Victor Frota Pinto, agradeceu a presença de todos e falou da expectativa na condução do Fórum, para o qual foi eleito coordenador no exercício 2013. Victor Frota destacou, entre os pontos de pauta da reunião, a palestra “Projeto e Obras de Integração do São Francisco”, que aconteceu às 14h da sexta-feira e teve como palestrantes o secretário de Infraestrutura Hídrica do Ministério da Integração Nacional, engenheiro Francisco José Coelho Teixeira; e o coordenador de Projeto de Desenvolvimento do Ministério da Integração Nacional, engenheiro José Luiz de Souza. “Como estamos direta ou indiretamente envolvidos nesta obra [São Francisco], esse assunto muito interessa à população nordestina”, colocou.

Entre os pontos de pauta da reunião, destacaram-se discussões sobre a 70ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea) e os Congressos Estaduais de Profissionais (CEPs).

Em: 08.03.2013
Alessandra Vital/Assessoria de Imprensa do Crea-CE

 

SMTT PARTICIPA DE REUNIÃO PLENÁRIA NO CREA-MA

Em reunião plenária realizada na última terça-feira (02.04), o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão CREA-MA recebeu a Secretária da SMTT (Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes), Srª Myrian Aguiar, e a Secretária Adjunta Fabíola Aguiar. Ambas apresentaram para os conselheiros presentes os planos e metas da Secretaria para a melhoria no trânsito da capital na atual gestão.
Durante a reunião, foi enfatizada a parceria que deve haver entre o CREA-MA e a SMTT, a fim de que sejam aproveitadas as experiências acumuladas pelas entidades, criando assim proposições e soluções viáveis para ambas entidades, podendo trazer melhorias e ações para aperfeiçoar o trabalho da SMTT.
Os conselheiros presentes no plenário agradeceram a presença da secretaria e a iniciativa do CREA é muito importante para a SMTT conhecer os trabalhos que vem sendo executados no conselho. O presidente do CREA/MA, engº mecânico Alcino Araújo, saudou todos pela presença no plenário e ressaltou a importância da presença da secretaria, para firmar a união que só prevalecerá para a sociedade em geral.
“Iniciamos um trabalho na SMTT onde pretendemos enfrentar vários problemas quanto às questões do espaço e daremos soluções mais certas e mais definitivas. Infelizmente, não posso dizer que amanhã a questão do trânsito e do transporte estará resolvida, mas espero logo voltar aqui e dizer que já conseguimos alcançar bastante”, relatou a secretária.

SAIBA MAIS SOBRE O 8º CONGRESSO NACIONAL DE PROFISSIONAIS

O Congresso Nacional de Profissionais (CNP) é realizado a cada três anos e a oitava edição acontece em 2013, em Gramado, no Rio Grande do Sul, durante a 70ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea).
O tema central deste ano é “Marco Legal: competência profissional para o desenvolvimento nacional”. Veja a apresentação do tema, realizada durante o Encontro de Profissionais, em fevereiro, no Confea.
No menu à direita, é possível acompanhar os assuntos relacionados ao congresso.
A última Soea (69ª edição), ocorrida em novembro de 2012, colheu propostas que servirão de base para o 8º CNP. ACESSE AS PROPOSTAS CONSOLIDADAS.

CONVÊNIOS E PARCERIAS PARA O PRODESU SÃO ESCLARECIDOS PARA PRESIDENTES DE CREAS

No encerramento do Treinamento Convênios e Parcerias com os Creas para participação no Programa de Desenvolvimento Sustentável do Sistema Confea/Crea e Mútua (Prodesu), presidentes de Creas que participaram do segundo grupo da reunião saudaram a iniciativa e tiraram dúvidas sobre o escopo e a execução dos seus diversos programas. Em fevereiro, também no plenário do Confea, funcionários dos Creas já haviam participado de um treinamento semelhante. Os regionais têm até 25 de março para protocolizar suas últimas solicitações de adesão deste ano junto ao Confea.
“As diretrizes de fiscalização já foram apresentadas no treinamento dos funcionários”, comentou a gerente do Setor de Convênios e Parcerias do Confea e coordenadora do treinamento, advogada Polyana Zeller, ao detalhar pontos específicos do programa. “Obrigatoriamente, a gente exige que o projeto venha com três balizamentos para cada item contratado, a não ser para despesas de transporte”, exemplificou. Ela informou ainda que os projetos podem ser anuais ou plurianuais, conforme indicadores de avaliação. “Não estipulamos qual o indicador de avaliador, o próprio Crea o define, mas ele tem que alcançar um objetivo, ainda que pequeno. A liberação de recursos é feita conforme o cronograma de liberação de recursos”, acrescentou.
“Vamos melhorar a equipe do Confea para dar orientação e subsídios. Também procuraremos fazer as devidas aplicações para que o sistema funcione bem, dando segurança à sociedade. Os 27 Creas são responsáveis por estas ações. Com o Prodesu, a nossa intenção é dar a sustentabilidade necessária para que os Conselhos possam bem desempenhar suas funções, dentro do que estabelece a lei”, comentou o presidente do Confea, eng. civil José Tadeu da Silva, ao início das atividades do treinamento, em que foi acompanhado pelo chefe de gabinete do Confea, eng. agrôn. Antônio Carlos Albério, do superintendente de Integração do Sistema, eng. civil José Gilberto Campos, e do coordenador do Colégio de Presidentes, eng. civil Jary de Carvalho e Castro. “2013 será o ano da mudança, o ano da gestão, para que em 2014 possamos fazer o melhor trabalho possível”, defendeu o presidente do Crea-MS. Os conselheiros federais João Francisco dos Anjos, Marcelo Morais, Dirson Freitag, Daniel Salati, Arciley Pinheiro e Darlene Leitão também participaram do treinamento.
O encerramento do treinamento foi marcado pela palestra do gerente da Controladoria do Confea, advogado Fernando Nascimento, que esclareceu detalhes como os prazos de vigência, a obediência às normas do Tribunal de Contas da União e outras informações sobre a boa execução dos programas relativos ao Prodesu. Informando que nos próximos dias 8, 9 e 10 de abril, haverá um seminário, no Confea, reunindo representantes dos Creas e do TCU para voltar a discutir o tema, ele apresentou sua visão do controle interno com relação aos processos de prestação de contas do Prodesu e de modo geral dos convênios, com relação ao novo formato de prestação de contas com o TCU.
“Temos feito treinamentos anuais com os técnicos, e os senhores presidentes, que aprovam os projetos, assumem toda a responsabilidade dos convênios. De forma que um eventual problema terá como principal responsável o presidente. Se o regional ou entidade fará o convênio, com repasse de recursos do Confea, temos que seguir o Manual de Convênios, a Decisão Normativa Confea 86/2011, a portaria é a 507/2011 e ainda a instrução normativa n. 71/2012, do TCU, além da Lei 8.666/1993. Se eu repasso recursos, tem que ser feita a devida prestação de contas”, ressaltou. Fernando Nascimento também apresentou dicas como designar formalmente os responsáveis pelo acompanhamento dos convênios, zelar para que todos os documentos exigidos no Manual de Convênios sejam enviados; o cumprimento do Plano de Trabalho e a descrição de forma sucinta, clara e precisa dos resultados alcançados através do convênio celebrado.

Em: 20.03.2013
Por:Henrique Nunes
Equipe de Comunicação do Confea

PRESIDENTES DOS CREAS RECEBEM TREINAMENTO SOBRE CONVÊNIOS E PARCERIAS

Teve início hoje o Treinamento Convênios e Parcerias com os Creas para participação no Programa de Desenvolvimento Sustentável do Sistema Confea/Crea e Mútua (Prodesu). O evento conta com a participação dos presidentes de todos os Regionais em palestras sobre as diretrizes do manual de convênios do Confea, características do programa e requisitos para a elaboração dos planos de trabalho do Prodesu.
As apresentações abordam ainda as rotinas para a execução dos convênios e prestação de contas e diretrizes dos planos de trabalho com relação aos convênios a serem firmados para a realização dos congressos profissionais que acontecem nos Estados e nas Microrregiões. Os representantes dos Creas foram divididos em dois grupos nesta segunda e terça-feiras.
Na abertura do treinamento, o presidente do Confea, eng. civ. José Tadeu, destacou que a reunião tem a proposta de apresentar aos representantes regionais uma visão geral do Prodesu, a fim de que entendam as regras do programa responsável pela sustentabilidade do Sistema Confea/Crea e Mútua. “Nosso objetivo é investir os recursos do Sistema no próprio Sistema em busca da eficiência e eficácia. Esse é o nosso grande desafio. E por isso estamos aqui de forma unida e responsável para fazermos uma caminhada benéfica ao longo deste ano de 2013”, disse José Tadeu.

Retrospectiva
No início de fevereiro, houve o treinamento sobre o Prodesu  para os funcionários dos Creas. Na ocasião, os participantes foram divididos em grupos e participaram de oficinas. Ao final dos trabalhos houve apresentação dos planos de trabalho desenvolvidos e explicações sobre as rotinas para execução dos convênios e prestação de contas institucional e financeira.

Prodesu
O Programa de Desenvolvimento Sustentável do Sistema Confea/Crea e Mútua tem como objetivo angariar e gerenciar recursos orçamentários e financeiros para programas voltados à implementação de políticas de sustentabilidade do Sistema. Seus objetivos são promover a sustentabilidade econômica, financeira e social e apoiar e acompanhar os participantes no desempenho de suas funções finalísticas e nas ações voltadas à uniformização de procedimentos no âmbito do Sistema. Entre setembro e dezembro de 2012, foram analisados 141 processos de convênios e parcerias dos 165 propostos pelos Creas. Também naquele ano, 92% dos recursos Prodesu foram liberados pelo plenário do Confea.

Em: 19.03.2013
Por: Clarissa Jurumenha, Fernanda Pimentel e Julianna Curado
Equipe de Comunicação do Confea

CREA-MA REUNE-SE COM O CORPO DE BOMBEIROS

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão reuniu-se com o Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão na tarde da última terça-feira (12). Presentes na reunião estavam o presidente do Conselho, engº mecânico Alcino Araújo, juntamente com a equipe do CREA-MA, composta pelo assessor técnico Helberth Meneses, o advogado do órgão, Dr. Heron Garcez, além do controlador Solano Custódio e o gerente de fiscalização do CREA-MA Álvaro Costa. Representando o CBMMA, o Cel. Wanderley Costa e o comandante do Grupamento de Atividades Técnicas do Corpo de Bombeiros, Wibirajara Figueiredo.
A reunião tratou principalmente da parceria que ambos pretendem firmar, através de Termo de Cooperação Técnica, para agilizar fiscalizações. Nesta primeira reunião, foram pré-definidas as tratativas que darão essência ao Termo de Cooperação. O objetivo é ter uma fiscalização integrada com cada órgão trabalhando no seu âmbito de fiscalização.
Para o Cel. Wanderley, deve haver parceria entre os órgãos de fiscalização, sem vaidades. Segundo ele, algumas condutas deverão ser ajustadas para adequar os profissionais do CREA-MA nas ações conjuntas com o Corpo de Bombeiros.
Ao fim da reunião, o Conselheiro do CREA-MA Fernando Beckman apresentou sua preocupação quanto à legislação do Conselho, e comentou sobre ações do CONFEA quanto à atualização do Código de Segurança contra Incêndio e Pânico nos estados. O Conselheiro foi convidado à palestrar aos oficiais do CBMMA sobre tais ações.

Em: 14.03.2013
Por Maria Rita Machado
Crea-MA

SEGURANÇA DO TRABALHO ELEGE NOVOS COORDENADORES

Crea-MA e Crea-SC estão à frente da coordenadoria

 

Os integrantes da Câmara Especializada de Engenharia de Segurança do Trabalho (CCEEST) elegeram eng. civ. e seg. trab. Fernando Luiz Beckman (Crea-MA) e eng. sanit. amb. e seg. trab. Fernanda Vanhonhi (Crea-SC) como coordenador e coordenadora-adjunta, respectivamente.
Beckman lembrou que foi um dos entusiastas para a criação desta Câmara, em 2008. “Na época era coordenador da CEEP (Comissão de Ética e Exercício Profissional), no Confea, e coube a mim fazer a reunião de instalação da Câmara de Segurança do Trabalho. ”. Hoje, ele destaca entre os dez itens do plano de trabalho para o ano a sensibilização dos presidentes de Creas e assessores para a criação de câmaras especializadas da modalidade em todos os Creas. Atualmente, 20 Creas têm câmaras de Engenharia de Segurança do Trabalho instaladas.
Fernanda Vanhonhi (Crea-SC)  participou da instalação da Câmara em seu estado, em 2010. “Com essa oportunidade (de estar na CCEEST) espero que consigamos difundir a importância desse profissional para a segurança da sociedade ainda sensibilizada pela tragédia em Santa Maria (RS). Precisamos unir força: profissionais, defesa civil, bombeiros e sociedade civil”, disse a coordenadora-adjunta.
Sobre esse assunto, Beckman lamenta a falta de uma legislação única nacional sobre prevenção de riscos em estabelecimentos. “Cada estado tem a liberdade de prover suas leis estaduais, então ficam bastante diversificadas”, disse o novo coordenador durante os fechamentos dos trabalhos, na solenidade de encerramento do Encontro. Segundo ele, poucas foram as participações, na construção dessas leis estaduais, dos profissionais que estão diretamente ligados a atividades de prevenção. “No nosso plano de trabalho para 2013, propomos que nossas lideranças procurem os corpos de bombeiro, que tratam do assunto, para que nos insiramos nessa discussão. Temos que ir à busca. Não podemos ficar fora do debate esperando”, defendeu, sem deixar de reconhecer que Conselho Federal, em parceria com o Crea-RS, já pleiteia em nível federal uma lei única que centralize normas de prevenção.
Para o ex-coordenador dos engenheiros de segurança do trabalho, eng. agrim. e seg. trab. José Raimundo Barnabé, a Engenharia de Segurança só é acionada quando o acidente já aconteceu. “Quando o problema acontece, ninguém é o pai da criança, ninguém se responsabiliza. Mas quando tentamos fazer nosso trabalho, somos os chatos, segurança e prevenção são chatos”, desabafou, ao completar que o engenheiro de segurança tem que pensar o futuro e antecipar os riscos.

Em: 13.03.2013
Fernanda Pimentel e Beatriz Leal
Equipe de Comunicação do Confea