A criação do Crea-MA teve início quando a Inspetoria aqui existente, jurisdição do Crea-PA, passou a funcionar normalmente em 1970, sob a responsabilidade do engenheiro civil José Areias Guimarães, Inspetor-Chefe e do engenheiro agrônomo Demóstenes Silvestre Fernandes, Inspetor-Substituto. A Resolução nº 02, de 23 de abril de 1934, do Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia, que aprovou a organização dos Conselhos Regionais de Engenharia e Arquitetura e que instituiu as primeiras oito regiões, as quais eram identificadas por numeração, ficou o Maranhão incluído na Primeira Região, com sede em Belém do Pará, e ainda faziam parte os estados do Amazonas, Piauí e o território do Acre.  Em 1973, o Confea, através da Resolução nº 216, criou o Crea 19ª Região (MA), instalado em 08 de setembro do mesmo ano. Em 1977, o Confea baixou Resolução 251, determinando que os Creas fossem identificados através da sigla da Unidade da Federação.

Por quase quatro anos o Crea-MA funcionou em uma sala do prédio da Secretaria da Agricultura, na época localizada na Rua Henrique Leal, em São Luís. Durante este período foi preciso muito trabalhar para que o Maranhão tivesse um Crea, no sentido de atender melhor as necessidades dos profissionais e empresas que aqui residiam e trabalhavam, tendo em vista que a maioria dos assuntos dependiam da decisão da sede em Belém.

Como qualquer outra instituição, após a instalação do Crea-MA, foi preciso procurar outro local para seu funcionamento, bem como a aquisição de móveis, cadastro em órgãos, admissão de mais funcionários para melhor desenvolver suas atividades.

Até 2010, o Crea-MA funcionou na Rua 28 de junho, nº. 214. Centro. De meados de 2010 a 2011 o Crea-MA inaugurou o seu anexo, onde funcionavam os setores da Assessoria Técnica, Gerência e Departamento de Fiscalização, além da Assessoria de Comunicação, localizado na Rua Afonso Pena. A partir de 18 de agosto de 2011, o Conselho passou a funcionar novamente de forma integrada na Rua Cândido Mendes, nº. 540. Centro.

Um pouco mais de história

Os presidentes do Conselho, seguindo a cronologia foram: Inicialmente o professor e engenheiro agrônomo Ezelberto Martins que acompanhado do engenheiro agrônomo José Raimundo Machado dos Santos (vice-presidente), engenheiro civil Nelson da Silva Almada Lima (secretário) engenheiro agrônomo João de Souza Guimarães (tesoureiro), compunhavam a primeira diretoria.

Além disso, podemos destacar a batalha de diversas pessoas pela instalação do Crea-MA, entre elas: O engenheiro agrônomo Lourenço José Tavares Vieira da Silva, engenheiro civil Haroldo Olimpo Lisboa Tavares, José Mariano dos Santos, José Roberto Soares, Demóstenes Silvestre Fernandes, José Raimundo Machado dos Santos, Evandro Ferreira das Chagas, João de Souza Guimarães, Graccho Bolívar Pinheiro da Silva, Nelson da Silva Almada Lima, José Areias Guimarães (primeiro inspetor-chefe e depois secretário e conselheiro do Crea), Dulce Maria Junqueire Ayres, Arthur Jorge Azar, Helder Jorge Azar, José Ribamar Araújo, Ezelberto Martins, Rosa Mochel Martins, Antonio Carlos Cruz Pinheiro, Antonio Rodrigues Nunes, Sólon Tupinambá Leite, José Ribamar Ribeiro, César Rodrigues Viana e José Trajano Brandão Martins.

Presidentes

O primeiro presidente foi o professor e Engenheiro Agrônomo Ezelberto Martins, depois, o Engenheiro civil José de Ribamar Araújo, o Engenheiro Agrônomo Graccho Bolívar Pinheiro da Silva, o Engenheiro Agrônomo Francisco Soares da Silva, o Engenheiro Civil José Ribamar Franco da Costa, o Engenheiro Civil José Pinheiro Marques, o Engenheiro de Operações – Edificações Raymundo José Aranha Portelada, o Engenheiro Mecânico Alcino Araújo Nascimento Filho e o atual, o Engenheiro Mecânico Cleudson Campos de Anchieta.