12 de fevereiro de 2019.

foto barragem

   Uma comissão do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Maranhão (Crea-MA) vai iniciar no final deste mês a vistoria e fiscalização de 11 barragens no Estado. A ação foi definida durante a Reunião Extraordinária da Câmara Especializada de Engenharia Civil, Geologia e Minas, que reuniu-se na quinta-feira (07) com o presidente do Crea-MA, Berilo Macedo e assessores técnicos do Conselho para deliberar a fiscalização e vistoria das barragens.

   Faz parte ainda da deliberação da Câmara que o Crea-MA faça o levantamento de todas as Anotações de Responsabilidade Técnica – ART´s de projetos, execução, manutenção, laudos e outros, registradas pelos responsáveis técnicos pelos serviços de engenharias nas barragens, autos de infrações e solicitação às empresas que informem o nome dos responsáveis técnicos, além de deliberar que o Conselho assine convênios com órgãos públicos para fiscalização das barragens.

    A comissão que irá fiscalizar as barragens é composta pelos engenheiros civis Luís Plécio (Assessor Técnico do Crea-MA), Antônio Carlos Amaral Ribeiro (coordenador da Câmara Especializada de Engenharia Civil, Geologia e Minas) e Arnaldo Carvalho Muniz (membro da Câmara), e o geólogo Thiago Vieira Moreira (membro da Câmara).

    Também participaram da reunião os engenheiros e membros da Câmara, Ranyelle Santos, Raimundo Xavier, José Henrique Campos Filho, Luís Antônio Simões Hadade, Valdener Castro Silva, e o ex-conselheiro do Crea-MA, Clovis de Sousa Filho.

    Barragens que serão fiscalizadas pelo Crea Marannhão: Barragem de Flores (Joselândia), Barragem do Bacanga, Barragem das áreas de resíduos de bauxita I, II, III, IV e V e Lago de Resfriamento (São Luís), Barragem do Venê (Godofredo Viana), Hidrelétrica do Estreito (Estreito) e Pericumã (Pinheiro).